A Tidy Friday foi cancelada porque “infelizmente não foram recebidas pelo mercado com o entusiasmo”

THIS IS NOT A TIDY FRIDAY!

Aqui como não somos diferentes das editoras achamos que a Tidy Friday não está a dar o lucro que achamos que ela merece e por isso decidimos cancelá-la. A regularidade da rúbrica trazia um novo fôlego ao blogue, contudo com as mudanças na minha vida pessoal foi cada vez mais difícil manter algo regular sem ser as reviews. Ainda escrevi uma nova aqui na Polónia, mas a receptividade esteve longe de ser a ideal ou até mesmo equivalente à anterior.

Por falar nisso, as críticas também andam um bocado abaixo do que considero ideal para um blogue com quatro anos… Se calhar também é melhor acabar com as reviews… e por falar nisso, o número de seguidores também anda mau… acho que o melhor é mesmo pegar na vodka que aqui é barata e afogar as minhas mágoas com ela.
Continue reading

Advertisements

Tidy Friday: from Poland

66ca5-tidy_friday

Estava uma Ruiva feliz na cama a terminar de ler um livro quando se apercebe que tinha prometido que a Tidy saía hoje…. *grumble grumble* sai a Ruiva da cama e vem para o pc martelar no desgraçado.

Faz hoje sete dias que cheguei à Polónia, finalmente Portugal viu-se livre de mim, aqui vai o FAQ da minha estadia:
– Mas Ruiva vai ser para sempre?
Não, eu volto em Junho. São só por 4 meses.
– Ahhhh e fostes para aí trabalhar?
Não, vim basicamente acompanhar o meu homem nesta aventura. Ele trabalha, eu tiro férias… “férias”.
– Como está o tempo?
Esta semana tem estado bom, Domingo neva.
– Vais a Auschwitz?
Não.
– Vais aprender Polaco?
Não.
– Os polacos são simpáticos?
Sim… pelo menos sorriem, a menos que me estejam a mandar à merda em polaco e com um sorriso (twisted basterds) diria que são super fofinhos.

E o pior aconteceu hoje. HOJE! Que porra depois de uma semana eu já sabia dizer aplicador e tampão em polaco, mas os cabrões tiveram que meter o raio dos tampões em Russo!! RUSSO! Assim não vale, Polónia! Anda uma Ruiva tramada para entender o que vocês dizem e quando finalmente entendo alguma coisa (pouca), tem de vir o RUSSO! Sim porque a minha vida já não é complicada o suficiente com Polaco, com Russo fica uma bosta!

Indo agora para coisas importantes.

O estranho desaparecimento dos livros nos CTT

Esta semana tem-se dado um fenómeno estranho em Portugal de livros a desaparecerem e reaparecerem nos CTT. Embora as causas ainda estejam a ser apuradas, estima-se que a cultura literária entre carteiros aumente 140% este ano (ask Putin for explanations). A verdade é que finalmente vamos poder ter alguma coisa em comum com o carteiro quando nos entrega os livros com o envelope aberto. Exemplo 1:

Dona do livro: Então sr. Carteiro, estou há espera deste livro há 3 semanas.
Carteiro: Olhe que não é grande coisa.
Dona do livro: Oh, não me diga isso. Demorou as três semanas a lê-lo?
Carteiro: É verdade, começa bem mas depois fica lento. A história arrasta-se um bocado, mas pode ser que você goste.

Exemplo 2:
Carteiro: Ora aqui tem o livrinho. Gosto muito deste autor!
Dono do livro: Eu nunca o li, mas aproveitei uma promoção online.
Carteiro: Fez muito bem, por acaso faltava-me ler este livro e olhe aproveitei.
Dono do livro: E gostou?
Carteiro: Gostei sim sra! É muito giro, acho que vai gostar.
Dono do livro: Então valeu a espera de um mês e duas semanas! Fixe!

Se tiverem algum dia uma conversa destas com os vossos carteiros, não sejam tinhosos e partilhem com a gente!

Para quem é dos CTT e não entendeu a mensagem acima, eu explico por miúdos: ou vocês começam a ser responsáveis e a localizar as encomendas ou nós vamos-vos ao focinho! Agora era o que faltava, serem funcionários públicos e ainda meterem os nossos livros ao bolso! Até os ingleses do Bookdepository já desconfiam que algo vai podre, porque não é normal receberem tantos e-mails a dizerem que os livros não chegaram.

On the bright side

Saíram os autores seleccionados para a Antologia Por mundos divergentes:
Ana C. Nunes
Nuno Almeida
Pedro Ferreira
Ricardo Dias
Sara Farinha

Parabéns aos autores.

On the also bright side

Comecei as minhas leituras e li dois livros esta semana (a semana ainda não acabou mas whatever) e vou começar a mandar mails para as editoras e alguns autores por causa do aniversário (e ser rejeitada, weeee) do blogue. Eu nem acredito, mas já estamos a dia 1 de Março e o blogue faz anos em Abril. O tempo voa, mein Gott.
É verdade que não vamos oferecer coisas muito XPTO’s, mas aqui na Polónia é impossível eu fazer muita coisa. Vou negociar serem as editoras a enviarem os livros para não ser a Lady Entropy a sofrer e ir aos CTT (e depois vocês terem conversas super interessantes com os vossos carteiros). Se as editoras disserem não (visto que agora tudo que é blog faz aniversário), oh well espero que vocês me amem à mesma e mando-vos fotos da Polónia quando nevar.

E agora vou para cama que amanhã tenho muita review para escrever…. *grumble grumble*

Tidy Friday #27

66ca5-tidy_friday

Bem a goat afinal serviu de alguma coisa! Como os autores têm andado numa debanda na LEYA, os leitores do Illusionary Pleasure acharam bem descobrir qual o motivo. Para isso sacrificamos a criatura e comemos cabrito… ok eu comi cabrito, vocês não!
Roubamos velas algures, acendemos com pedras e pauzinhos e convencemos uns a dar sangue sabe-se lá Deus porquê. Continue reading

Tidy Friday… a littttle late (a menos que esteja nas Américas)

Acho que nem nas Américas ia lá! Eu esta semana não ia fazer Tidy, confesso, mas depois do alerta dado no meu Facebook gostava de esclarecer uma coisa. Por isso esta Tidy será uma Tidy informativa!

661f2-tidy_friday

Como sabem, ultimamente o Goodreads tem vindo a ganhar força em Portugal, especialmente para com as editoras que começam a colocar selos de “Mais lido no Goodreads”, “Mais votado no Goodreads”, “Escolha dos leitores do Goodreads”… como se o GR fosse credível, mas é marketing, nós entendemos. O problema com este boom do Goodreads é que os autores começam a colocar livros que ainda são projectos no Goodreads para depois de leituras betas terem uma boa cotação e as editoras terem mais chance de olharem para eles.
Continue reading

Tidy Friday 25!

Esta semana voltamos a um tema bastante polémico e quero deixar aqui bem claro que não quero culpar os professores… Ok culpa alguns, não vou mentir!
A verdade é que muitas vezes noto que os bloggers têm bastantes dificuldades em interpretar livros. Nada contra esta dificuldade, mas pus-me a pensar porquê? Porque é que não conseguem ir para além do óbvio? Porque é que não conseguem juntar muitas vezes várias coisas e descobrir o que esta para alem das linhas?

Tidy Friday: clichés

Os cincos novos clichés referentes às personagens que deve evitar no seu manuscrito: (But hey I’m not a cop!)

Personagens femininas que não sabem andar/ vão sempre contra alguém:
Este cliché começou a ganhar força graças à Bella Swan. Não sei quem foi a criatura do Demo que pensou que seria boa ideia criar personagens femininas que não sabem andar, são desastradas e por isso têm de estar sempre a cair ou “distraídas”. I mean seriously, what is wrong with you para andarem sempre aos trambolhões? Se estivessem de estiletos com 7 cm a correr uma maratona com zombies a perseguirem-vos, eu até entendia que vocês a certo ponto caíssem e sei lá partissem o nariz… Mas numa escola ou noutro sítio não minha gente.

Tidy Friday: flash!

BEM-VINDOS à Tidy Friday Flash! Uma Tidy pequenina mas que vai directa aos pontos da semana!
A TINY LITTLE RANT from a reader: 
I was sorely disappointed to notice that our beloved author Marillier was unable to come to Oporto once again. It has been a sad year for our city: 0 foreign authors have come to meet our wonderful city, while in Lisbon at least 3 of them marked their presence. Although I know that Marillier was always in good companion, I hope that one day the Publishing Houses will remember that there are more cities in Portugal than just Lisbon and the last time a foreign author was here: George R. R. he had more fans waiting for him in Oporto than in Lisbon. The city of Sintra is absolutely amazing and I hope that the view was enough to inspire you to write something based on our country!