Um até já para carregar baterias que estão aos poucos a acabar

Hello pessoal,

Bem como podem ver o blog está paradíssimo desde hum bem desde que cheguei da Polónia! A verdade é que quando cheguei comecei à procura de casa, tirei férias no Algarve e ainda comecei a dar aulas aos meninos outra vez. Esta semana vou começar a dar aulas num Instituto Superior numa licenciatura o que me vai ocupar muitas horas de preparação de aulas.

Como sabem um blogue tira-nos muito tempo, manter parcerias, ler livros, colocar passatempos… sinceramente, estou com pouca paciência para manter algo assíduo. As minhas unhas estão uma BOSTAA1! Só me apetece espancar pessoas quando chego das aulas e quando a motivação está em baixo, mais vale fazer uma pausa e recarregar baterias. Ou matar as ditas pessoas, that also works. Sabem quando se chega a casa exausta e apetece-vos fazer TUDO menos sentar no pc e escrever uma review? Yup, é o que me acontece. Muitas vezes não tenho vontade NENHUMA de pegar num livro ou sequer inspiração para escrever um artigo por mais simples que seja ou pelo menos de forma a ser regular. Claro que tem noites em que leio tipo 2 livros seguidos só porque sim… sou tipo uma gaja com bipolaridade: GOD livros não… OMG preciso de ler 4 livros em 2 horas NOMNOM livros!

So, what will happen now?

Bem a Lady Entropy continua a escrever aqui e eu para já vou postando as minhas reviews em inglês e ocasionalmente algo mais no blog Crónicas de uma leitora. Quando notar que a minha vida deixa-me respirar, planeio voltar ao meu cantinho.

Neste momento quero tirar um tempo para fazer o que gosto por gosto e não por obrigação. Isto é um até já claro, não pensem que se livram de mim até porque as reviews irão aparecer no blogue da Vera e se for preciso no da Isabel (Os livros nossos). Vão ver que nem vão notar a minha ausência :p

O que os bloggers vão ler este Verão: Livros e marcadores

bloggers_verao

*rasteja até à cama* Depois de um fim de semana sem descanso e uma segunda nas limpezas, venho colocar o novo blog da rúbrica e dizer que ando a escrever as reviews todas! Desta vez foi o querido Paulo Pires do blogue Livros e marcadores a envia a sua lista de leituras!

capa_5

verao

O que os bloggers vão ler este Verão: Epifania de letras

bloggers_verao

Por Ivonne Zuzarte do blogue Epifania de letras

O que tenciono ler este Verão – ou que já li – foi o desafio da Ruiba. Não interessa para o caso que a estação não esteja a fazer jus à sua reputação e o frio tenha vindo para ficar… Ora, vamos lá.

Novidades que já li: Para Sir Philip, Com Amor é um romance de época de uma das minhas autoras preferidas, Julia Quinn. Posso considerar o hit *internacional* deste Verão e, sem dúvida, o mais esperado por mim. No que toca aos nacionais, escolho Encontro em Itália, de Liliana Lavado, cuja acção se passa em Portugal e Itália, com muito humor, segredos pelo meio e um gato intrometido.

Livros que já li (sem ser novidade): Embora em Junho não tenha lido nada e esteja a recuperar as leituras, vou escolher dois com ratings opostos. Publicado em Maio, Só em Sonhos, de Sherrilyn Kenyon, infelizmente não chegou aos calcanhares de nenhum dos que mencionei em cima. O Êxtase, de Nicole Jordan, faz parte da série de época Noctorius. Apesar de não estar no meu top 3, é uma autora a ter em conta.

Novidades que tenciono ler: Um Amor na Cornualha, de Liz Fenwick, é um romance muito esperado por mim. Li o outro publicado também pela QE, A Casa dos Sonhos, e adorei. São leves, mesmo bons para descontrair nesta altura em que o sol nos torra a moleirinha – ainda estou com esperanças que o tempo deixe de ser bipolar. Como nenhuma das novidades de Julho que mandaste me chamou a atenção, a minha segunda escolha recai na novidade de Junho da PE, O Lugar do Coração, de Emily Giffin. Gostei da sinopse e normalmente tenho sorte com as leituras que faço do catálogo da editora.

 

O que estou a ler: A Chama ao Vento, edição digital da chancela da PE, de uma das minhas autoras nacionais favoritas, Carla M. Soares. Já tinha lido Alma Rebelde, também da PE em formato papel, e fiquei rendida. No início foi difícil de entrar na história, mas agora quero saber mais. Infelizmente, tenho andado pouco virada para leituras pesadas e tenho lido aos poucos e poucos para poder dar a atenção que merece.

21976959

 

Para terminar, e não sejam malandrecos pelo duplo sentido da frase, estou com Desejo, de J.R.Ward, da série Anjos Caídos. Li o primeiro e não me convenceu; comecei este segundo e parece que fiz as pazes. Beijarecos** (pode-se dizer isto num blog?!)… (no meu podes dizer tudo, amor!)

250_9789898228673_desejo

O que os bloggers vão ler este Verão: Clube dos livros

bloggers_verao

 

As férias foram boas mas já acabaram! Enquanto a Maratona de Verão continua a bombar, tenho recebido bastantes respostas dos bloggers tugas que me dizem o que andam a ler neste Verão. Desta vez foi o Paulo Lima do blogue Clube dos livros que mandou a sua lista.

Este verão, quero com isto dizer até final de Agosto, vou ler:
Morte nas Trevas de Pedro Garcia Rosado (terminar)
Sinto-te de Irene Cao (terminar)
Quero-te de Irene Cao
Até que sejas minha de Samantha Hayes
Enquanto dormes de Alberto Marini

​​
Isto já deve ser prolongando até meio de Setembro, mas vou tentar esses e ainda mais alguns dos que se seguem:
O Marciano de Andy Weird​
​A Guerra Eterna de Joe Haldeman​
Cornos de Joe Hill (ler novamente, para refrescar a memória)
​Os Segredos do Clube ​Bilderberg de Vito Bruschini
História de Ó de Pauline Réage ou Pornografia de Witold Gombrowicz
Sim, é verdade que além do policial, fantástico e conspiração que tanto gosto, acho que começo a ler o “bem-bom” também.

Em relação ao que acho que seja o livro do verão, posso escolher vários por diferentes motivos:
#1 – Se olharmos a nível global, penso que seja “A culpa é das estrelas” de John Green, que como podes ver por ter o filme por trás, as vendas explodiram em todo mundo;
#2 – Se olharmos a nível de nacional ser massivo na promoção “invisível” de James Patterson, será um sério candidato; contudo irá concorrer provavelmente com o O Guardião das Causas Perdidas de Jussi Adler-Olsen, se o filme for bem aceite e falado.
#3 – Se pensarmos a nível de autores nacionais, acho que vai continuar a ser o Prometo Falhar de Pedro Chagas Freitas, pelo que tenho assistido.
#4 – A nível pessoal, a minha opinião é que o melhor do verão seja – Até que sejas minha de Samantha Hayes, Enquanto dormes de Alberto Marini ou O Nadador de ​Joakim Zander.

O que acham das escolhas do Paulo?
Se quiserem enviar a vossa lista, enviem e-mail para illusionarypleasure.arroba.gmail.com com os livros 🙂

Vem aí FC tuga!

sem-tc3adtulo

Comandante Serralves
Despojos de Guerra
Autores: Ana Ferreira / Carlos Silva/ Inês Montenegro/ Joel Puga/ Rui Leite / Vitor Frazão
Género: Ficção Científica: space opera
Revisão: Mariana Teixeira
Capa de Ana Silva Monteiro
Visitem o site da Imaginauta

Bem-vindos ao projecto Serralves! Há quase um ano, o Carlos Silva abordou-me com os seus contos do Serralves e do seu worldbuild. Queres escrever um conto? Nunca escrevi FC pura, you know, aliens, mundos novos. A minha experiência de FC é muito steampunk e tudo que seja punk. Por isso fiquei super feliz pelo convite do Carlos Silva e foi uma honra estar ao lado dos meus amigos da Corte de Norte: Rui Leite e Inês Montengro. Estive no Central Comics Fest  a apresentar com o resto da malta a antologia e foi estranho falar para as pessoas sobre o conto sem elas o terem lido. O conto apesar de pequeno tem a sua densidade e é para ser lido com calma e sem pressa. Já tenho um conto de erótica publicado e agora um de FC 🙂 Aos poucos, com as oportunidades que me vão dando, começa-se a trilhar um caminho e a criar uma identidade literária própria.

Para quem estiver curioso deixo a sinopse geral e dos contos individuais, tentem adivinhar qual o conto que pertence a quem!

synopsisbutton

Esta é a Era da Aliança Humana. Uma nova ordem Mundial forjada a sangue e fogo pela necessidade de unir os povos da Terra para derrotar uma invasão alienígena.
Não, esta não é a estória dessa guerra. Essa já nos foi contada e recontada pela FC desde os seus primórdios. Esta é a estória do que veio depois.
São tempos de paz, união, desenvolvimento, abundância e colonização do sistema solar. No entanto, tudo tem um preço e nem todos estão dispostos a aceitar o sacrifício da liberdade e da cultura de cada povo em troco deste futuro unido sobre uma única égide. E ninguém se rebela mais que o vulpino, grandíloquo e questionável Comandante Serralves. Armado com umas quantas “prendas” deixadas pelos derrotados invasores e na companhia de um caótico imbróglio de aliados, o perigoso rebelde garantirá que o poder estabelecido nunca tenha uma noite de sono descansada.
Na tradição das clássicas space operas, “Comandante Serralves – Despojos de Guerra” é um universo aberto escrito a seis mãos. O que começou como um modesto conto e um protagonista-conceito simples, floresceu em complexidade e novas perspectivas ao ser expostos aos talentos (e consideráveis neuroses) de um grupo de jovens escritores.
Uma aventura espacial excitante e intrigante que promete apelar a todos os leitores.

Métodos de Evasão – O Comandante foi capturado e levado para o coração do império, onde longe da sua tripulação e da sua nave, está à mercê dos seus inimigos. Porém, como em tudo em Serralves, nem tudo é o que parece, e ele tem uma surpresa guardada para quem o interroga.

Sinais – Das minas marcianas às selvas do Vietname há segredos que podem derrubar a Aliança. Infelizmente, na ambição para descobri-los, Serralves por vezes esquece-se que também tem muito a esconder…

Dogson – Na juventude, Dodgson disponibilizara o corpo para se tornar um Serralves em potencial. Os anos e a experiência, no entanto, alteraram-lhe a vontade e os ideais, fazendo-o temer pelo destino que lhe poderá levar a existência repentinamente e sem aviso…

Despojos de Guerra – Na confusão de um contra-ataque a uma tripulação de piratas espaciais, os olhos de Serralves reconhecem uma arma alienígena.
De onde veio ela? Haverá mais? Quem mais tem conhecimento da sua existência?
Uma corrida contra o tempo num dos planetas mais inóspitos do Sistema Solar.

Das Eigentum – Um pahoehoente resiste na Terra. Para nós, estes aliens quase destruíram o nosso planeta, contudo o Comandante Serralves irá descobrir um outro lado do inimigo.

A Guerra Esquecida – Após uma batalha espacial, Serralves acorda, com um novo corpo, num local gelado e desolado. Não se trata, porém, de um planeta distante, mas de um ponto remoto da Terra onde fará descobertas que mudarão para sempre os livros de história.

Static Falls – Serralves e Emily partem numa missão diplomática à recém-descoberta colónia de “Static Falls” onde tudo parece ter parado em meados do século XX. No entanto, nas entranhas daquela estranha comunidade, escondem-se terríveis segredos que poderão significar o fim do Comandante.

Novidade Quinta Essência: Lago perdido

250_9789897261367_lago_perdidoLago Perdido
SARAH ADDISON ALLEN
Ano da Edição / Impressão / 2014
Número Páginas / 280
ISBN / 9789897261367
Editora / QUINTA ESSÊNCIA
Tradução/ Inês Castro

Disponível a partir de 08/07

Sinopse:

Uma história bela e arrebatadora sobre amores antigos e novos, e o poder das ligações que nos unem para sempre…
A primeira vez que Eby Pim viu Lago Perdido foi num postal. Apenas uma fotografia antiga e algumas palavras num pequeno quadrado de papel pesado, mas quando o viu soube que estava a olhar para o seu futuro.
Isso foi há metade de uma vida. Agora Lago Perdido está prestes a deslizar para o passado de Eby. O seu marido George faleceu há muito tempo. A maior parte da sua exigente família desapareceu. Tudo o que resta é uma velha estância de cabanas outrora encantadoras à beira do lago a sucumbirem ao calor e à humidade do Sul da Georgia, e um grupo de inadaptados fiéis atraídos para Lago Perdido ano após ano pelos seus próprios sonhos e desejos. É bastante, mas não o suficiente para impedir Eby de abrir mão de Lago Perdido e vendê-lo a um empreiteiro.
Este é por isso o seu último verão no lago… até que uma última oportunidade de reencontrar a família lhe bate à porta.

A autora:
Sarah Addison Allen nasceu e cresceu em Asheville, na Carolina do Norte. O Jardim Encantado, a sua obra de estreia, foi distinguido com o prémio SIBA Novel Of the Year, da Associação de Livreiros Independentes do Sul, para melhor romance de 2008, e em Portugal já tem mais de dez mil exemplares vendidos. O Quarto Mágico foi eleito, em maio de 2009, Romance Feminino do Ano, referente a 2008, pela revista Romantic Times.

Have a Kindle? Take a freebie

Novidades Saída de Emergência

image002Histórias dos Sete Reinos
GEORGE R. R. MARTIN
Tradução de Jorge Candeias

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Data 1ª Edição: 04/07/2014
ISBN: 9789896376420
Nº de Páginas: 336

Leia as primeiras páginas aqui

Uma obra composta por 3 contos passados cerca de 100 anos antes do início da saga e que ajuda a compor e a entender melhor o mundo criado por George Martin.
– O Cavaleiro de Westeros
– A Espada Ajuramentada
– O Cavaleiro Mistério

PDF do artigo: O regresso a Westeros; as aventuras de Dunk & Egg por Safaa Dib

Sinopse
Cerca de cem anos antes de A Guerra dos Tronos, um cavaleiro desafia as leis dos Sete Reinos…

Nos últimos dias do reinado do Rei Daeron, com os Sete Reinos em paz e a dinastia real Targaryen no seu apogeu, conhecemos a história de um jovem escudeiro de nome Dunk que parte em busca de fama e glória num dos mais famosos torneios de Westeros.

Mas ele desconhecia que o destino pode pregar estranhas partidas e que o caminho para a honra e nobreza em Westeros está ladeado não só de perigos, mas também de amizade e coragem. Quando conhece Egg, um rapaz misterioso e inteligente, mal sabe que os laços estreitos que forma com ele irão mudar a sua vida para sempre.

Com “Histórias dos Sete Reinos” George R. R. Martin transporta-nos para o mundo fascinante e repleto de intrigas de Westeros, com a mesma mestria com que escreveu a sua obra-prima: “A Guerra dos Tronos”.


Florbela, Apeles e eu
VICENTE ALVES DO Ó

Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 18/07/2014
ISBN: 9789897101090
Nº de Páginas: 288

Sinopse
Um romance intenso e inspirado no filme de sucesso do autor

Florbela Espanca casa pela terceira vez. É mulher, nora, irmã, filha, amiga. É tudo, menos poeta. Vive entre a realidade de Matosinhos e a ficção de uma outra existência que abandonou no papel. E todos os dias se questiona, todos os dias é real na sua guerra privada entre aquilo que os outros querem e aquilo que ela ambiciona. É neste intervalo mágico e possível que o autor se revela.

É neste período entre o casamento com o Doutor Lage e a morte do irmão Apeles que tudo acontece, numa viagem ao mais íntimo poema de uma mulher que viveu fora do corpo, fora do género, acima do chão, rasgando a condição e tentando sempre encontrar uma verdade que nunca chegou. Ou será que chegou? Nesta viagem iniciática, Florbela, Apeles e o autor questionam tudo ou questionam a existência pura do sonho e da vida – como se todos nós fossemos feitos do desejo, da dor e dessa constatação trágica de não saber viver.


Em Agosto, autores portugueses

Isabel, a Condessa Cercada
PEDRO L. TORRES

Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 08/08/2014
ISBN: 9789896376604

Sinopse
Um obscuro desejo de conquista no deserto africano do Sultão.

No início do séc. XVI, a expansão portuguesa avança sobre as praças mouras do norte de África, conquistando importantes posições do inimigo. Arzila, grandiosa praça costeira, recebe então um novo capitão, o Conde de Redondo, a quem o Rei D. João III, anos mais tarde, concedeu grandes louvores pelos seus serviços.

Mas como conseguiu este conde resistir aos cercos de um inimigo muito mais numeroso e ainda tomar posições pelo deserto fora? A razão ainda hoje é um mistério, mas rezam as rónicas que o conde gozava de boas relações com um alcaide mouro que entrava sorrateiramente na praça portuguesa.

Com base neste fragmento verdadeiro da História de Portugal, Pedro Torres desenha uma ficção que revela as motivações das misteriosas visitas, o jogo perturbante de paixões e intrigas por detrás das impossíveis conquistas portuguesas. Um jogo doce, elaborado pelas mãos de uma condessa portuguesa, na terra violenta e sensual dos Xarifes…


Desculpe Sr. Nobel
MARIA HELENA VENTURA

Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 08/08/2014
ISBN: 9789896376291
Nº de Páginas: 304

Sinopse
Uma história de traição e perda, mas também de esperança por um recomeço onde menos se esperava

Joana Cabral Cid, jornalista e investigadora forense, viaja até Estocolmo quando a Academia Sueca se prepara para anunciar o vencedor do Nobel da Literatura. O motivo: tentar descobrir quem matou Thomas Moonland, o grande candidato ao cobiçado prémio.

Depois de se encontrar com a psicóloga criminal Klara Drottning, que investiga o estranho homicídio, Joana vê-se envolvida numa investigação paralela e privada. Rapidamente mergulha num clima de insegurança que contraria a imagem idílica que sempre tivera de Estocolmo.

Ainda fragilizada pelo fim da única relação séria da sua vida, Joana procura um colega que conhecera na capital sueca, Kendryck O´Brien. Precisa desse apoio para diluir o medo que sente pela sua vida e, quem sabe, descobrir a teia de conspiração por trás do homicídio.

Mas quando ninguém é quem parece ser, e tão longe da segurança a que se habituou em Portugal, Joana mergulha numa espiral de traição e perda, mas também de esperança por um recomeço onde menos se esperava.

Chloe By Design: Making the Cut

Image
(ARC copy given by NetGalley)
Author: Margaret Gurevich
Publishing House: Stone Arch Books
384 pages
Publication:  1st July 2014
Review by Lady Entropy

For viewers that love Project Runway comes a series that puts fashion at the forefront. 16-year-old Chloe Montgomery has always loved everything to do with fashion. Clothes, accessories, designing–she knows it all. And when she finds out Teen Design Diva, a new reality series for aspiring teenage designers, is holding auditions in her town, she’s desperate to win a spot on the show. She knows this is her chance to finally get her designs noticed. But before Chloe can realize her dreams, she has to survive the competition.

I have to confess I liked the designs a lot more than I liked the story, but I suspect that was because of problems with pacing. Chloe was endearing and passionate and so I was, obviously, rooting for her to win, so my few issues with this book came not from the characters but rather how it was organized.

It’s possible that this book would have worked better if split into two, allowing for the first part to be Chloe preparing for the competition, and the second being the competition itself — instead, whatever little conflicts there were, they had to be diminished because the “big payoff” was still to come. Plus, the competition section felt incredibly rushed through, with multiple challenges happening on top of each other, characters being shipped off in hordes and with flimsy excuses to reach as quickly as possible to the top three – even if the book is 400 pages long and a good chunk of it was dedicated to the competition.

Plus, Nina, who was the closest thing to a villain, was barely a villain — the worst thing she did was steal a hemline cutter — and it was so very easily replaced that it wasn’t even a challenge. There were was no conflict, no drama other than the main character stressing constantly with “Can I make this”. She doesn’t change, she doesn’t grow that much. And that is a huge pity because Chloe is likeable, has a good relationship with her mother and her friends and the rest of her family.

Still, maybe the next book will come out and we’ll see Chloe at her internship and the book will feel less rushed.

The Secret Diary of Lizzie Bennet: Remakes Done Right.

Image

(ARC given by NetGalley)
Author
: Bernie Su and Kate Rorick
Publishing House: Touchstone
400 pages
Publication:  24th June 2014
Review by Lady Entropy

A modern adaptation of Jane Austen’s Pride and Prejudice based on the Emmy Award-winning phenomenon, The Lizzie Bennet Diaries.

When rich, handsome Bing Lee comes to town, along with his stuck-up friend William Darcy, things really start to get interesting for the Bennets—and for Lizzie’s viewers. Suddenly Lizzie—who always considered herself a fairly normal young woman—was a public figure. But not everything happened on-screen. Luckily for us, Lizzie kept a secret diary.The Secret Diary of Lizzie Bennet

provides more character introspection as only a book can, with revelatory details about the Bennet household, including Lizzie’s special relationship with her father, untold stories from Netherfield, Lizzie’s thoughts and fears about life after grad school and becoming an instant web celebrity.


This book is the companion book to the NetSeries (on Youtube) The Lizzie Bennett Diaries — which I had watched and loved. This is a modern retelling of Pride and Prejudice, which, as a book and love story, I never particularly was a fan of, but I couldn’t help but ADORE in the video format. Maybe it was the actresses, maybe it was the writing, the fact is that I loved it, and this book helped to fill some of the gaps. Obviously that 5 to 10 minutes episodes were limited in scope, so the writers had to cut out quite a lot and just leave the strictly necessary — between episodes there was often a jump of several days or even weeks, and Lizzie would give a quick description of what had happened and move on — plus, there was always the awareness that she was talking to “real people” so it was easy to guess the character would hold back and keep some things secretive. Especially at the end of the story when her sister’s reputation is in danger, she keeps some details secret as the subject is clearly private and sensitive, so the audience is left to mostly guess what happens.
But this book presents the perfect reason to fill in the gaps, to add small details and make the main narrative awesomer. Lizzie has a quick wit, and she doesn’t try to make herself look good – she’s as critical to herself as to anyone else.

On the one hand, I admit, it kills off a bit of the mystique, on the other hand it does clarify and presents some awesome plot points, so I am glad I read it. Plus, it dubs very well as a stand-alone book, and a modern retelling of Pride and Prejudice whether or not you have watched the WebSeries.

Still, I would recommend this to anyone with a sense of humour or who loves Jane Austen — and I would also recommend picking up the WebSeries to watch while you read — it’s free, after all, and definitely worth it.

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

July 2017
M T W T F S S
« Apr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons