Entrevista a Sérgio Brota

Entrevista a Sérgio Brota

“Deixa-me satisfeito que a “literatura” de viagens comece a ser reconhecida como tal.”

Com o apoio de:

Sérgio Brota publicou em Outubro de 2012 o seu segundo livro de viagens “O homem das solas de vento” pela Alfarroba.
1. A primeira pergunta e a pergunta se calhar que os leitores gostariam de ver explorada antes de passarmos ao livro é, quem é o homem que escreve acompanhado por uma máquina fotográfica? Quem é o Sérgio Brota, que tanto gosta de transpor na literatura as viagens?
Sou apenas um viajante banal que se encanta com a descoberta, um fotógrafo que tentou dar (outra) vida às imagens através de palavras, continuar a viagem, adicionar-lhe destinos para além dela própria. Paul Theroux escreveu que o viajante é um estranho, talvez seja esse o encanto do desconhecido.

2. “O homem das solas de vento” é um livro de viagens pela Ásia, nomeadamente Himalaias, Indochina e Índia. O que o atrai na Ásia, que o levou a documentar esta viagem?
A Ásia é um continente pelo qual me enamorei e a quem fui fiel desde o primeiro encontro. Nos últimos anos tenho conhecido pessoas encantadoras e paisagens que diria saídas de pinturas ou livros de contos. Viajar pela Ásia é redescobrir fábulas de nós, o prazer de sentir que o que nos trouxe até ao presente não são relíquias aborrecidas mas culturas riquíssimas, muito diferentes da nossa.
3. Existe algum país que gostasse muito de documentar e sobre o qual escrever um livro, não tendo ainda tido oportunidade de o fazer?
O conceito inicial do projecto de “O homem das solas de vento” é narrar as suas fotos em aventuras que começariam pelo sudoeste asiático, mas que continuariam por outras zonas do globo. O mundo é o meu país por descobrir.
4. Quando escreve as suas viagens, prefere relatar costumes do povo, paisagem ou as experiências que teve nos países?
Tal como no “Solitude”, escrevi estórias que aconteceram durante a viagem e que inevitavelmente traçam costumes e pessoas, paisagens, países… São conversas de lareira numa noite de frio.
5. No seu primeiro livro, “Solitude” (escolhido para fazer parte do Plano Nacional de Leitura), diz que é um livro para viajar, ao invés de um livro de viagens. Pensa que a literatura de viagens deve ser incutida nos jovens o mais cedo possível?
Deixa-me satisfeito que a “literatura” de viagens comece a ser reconhecida como tal. Não que tenha alguma ambição em relação a isso, mas até há pouco tempo era dificil considerar um livro de viagens como opção de leitura e eram raros os trabalhos desse género em português. Acho que actualmente se perdeu esse preconceito e o facto do livro ter sido escolhido para o PNL é um bom incentivo.
Resta-me agradecer ao Sérgio Brota pela calorosa entrevista e à editora Alfarroba pela disponibilidade. Deixo as informações sobre ambos os livros publicados pelo autor.

Site : http://www.untraveled.net

O homem das solas de vento
Sérgio Brota
Páginas: 162
Editor: Alfarroba
ISBN: 9789898455437
P.V.P.: 19.90€

Sinopse:

Num mundo cheio de segredos, como o mapa que se estende à sua frente, o livro transporta-nos por vários países asiáticos num roteiro pessoal nesse Oriente misterioso e longínquo. Desvenda-nos o país que adoptou a Felicidade Interna Bruta, Butão – o último Shangri-la, passeia pela simplicidade do Laos, envolve-nos nos silêncios de Banguecoque, na loucura das ruelas de Deli ou abre-se simplesmente como uma companhia para ver o pôr-do-sol no Mekong, nesta que é uma aventura feita tanto de estórias como de imagens. Com prefácio de João Garcia, “O Homem das Solas de Vento” é um livro para viajar.”

Solitude
Sérgio Brota
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 120
Editor: Papiro Editora
ISBN: 9789896365271
P.V.P.:15€

Sinopse:

Solitude conta as minhas voltas pelo mundo durante os últimos anos. Gosto de lhe chamar um livro para viajar mais do que um livro de viagens, recolhe algumas histórias que me aconteceram em locais como a Patagónia, a Islândia ou a percorrer 1/3 do mundo de comboio pelo transiberiano. Mas qualquer uma delas podia ter acontecido convosco. Mais do que um conto, é um convite.

Para ler as primeiras páginas do livro, aceda ao link: 
http://www.s-trail.com/files/SergioBrota/Preview_solitude.pdf

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

March 2017
M T W T F S S
« Apr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons