[Valentine’s day] Amor e Enganos

Vweek

Amor e Enganos (Bridgertons #3)
Julia Quinn
ASA
384 páginas
LEYA ONLINE

Neste recontar da história da Cinderela, Quinn traz-nos a história de um amor quase impossível, mas, ditam as regras do conto de fada, que tudo terá de acabar bem no fim.

Sophie é a típica figura da Cinderela (com o pequeno detalhe de que é filha ilegítima) mas mais respondona e com poucas perspectivas de um final feliz. Desde cedo maltratada pela sua madrasta, a vida de Sophie muda radicalmente quando tenta ir a um baile e acaba por conhecer Benedict Bridgerton. A química entre os dois é óbvia, mas tal como a Cinderela, Sophie tem de regressar a casa. Quando a madrasta descobre que ela foi ao baile de máscaras (por os seus sapatos terem sido usados e Benedict ter ido a sua casa fazer perguntas sobre as suas filhas), Sophie é expulsa de casa e começa a sua vida como empregada.

Já disse uma vez que colocar a figura principal com o síndrome de Cinderela é uma forma bastante fácil de simpatizar com a personagem, mas neste caso o leitor simpatiza com Sophie não pela sua condição, mas pela sua personalidade. Sophie é íntegra, orgulhosa e sobretudo bastante respondona, o que leva o par romântico a diálogos hilariantes e situações que nos levam a corar.
Em “Amores e enganos” não é a falta de confiança que arrasta o final feliz, mas a condição social de Sophie. A vergonha em ser um bastardo e a forma como a sociedade tratava-os, leva a que a personagem tenha de se esconder ou até mesmo “lembrar-se do seu lugar” por diversas vezes. Esses são os momentos mais negros do livro. Onde nos apercebemos que a sociedade afastava-os consoante a sua posição social, mesmo sendo Sophie uma excelente personagem principal e Benedict bastante charmoso.

Sendo um romance de época e um “retell” da Cinderela tudo acaba bem e respiramos de alívio quando sentimos que Sophie vai ter a vida que merece independentemente de ser uma filha ilegítima. Afinal lemos uma história da Cinderela para sentirmos que todos temos uma alma gémea algures e mesmo mascarada e passados anos à sua procura acabamos por encontrá-la.

Este livro foi uma agradável surpresa, porque se o primeiro não me tinha aqucido nem arrefecido este deixou-me curiosa sobre a identidade da querida e famosa Lady Whistledown. Agora com licença que tenho de ler o 4º para descobrir quem ela é!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s