Tidy Friday 23#

Aiii dêm-me tau tau, que estou em falta para convosco! Má Ruiva, repitam comigo: má ruiva. Se estivesse aqui o Grey… Dava-lhe um encherto de porrada à mesma! Bem, mas desta vez tenho desculpa, foi semana de Halloween e começou o NaNoWriMo e consegui ler um livro! A review como é óbvio só vai aparecer lá para segunda e marca o regresso da série “Em busca do Médio Oriente”, para quem já estava com saudades. Para além disso estou ainda a terminar os 1001 cursos em que me meti e regressei à paginação… Estão a ver a minha vida? -.-” Eu até queria ter tempo para poder sair de casa e aproveitar o tempo livre para passear, espairecer, ter epifanias ao sol, apanhar Vitamina D na fuça para ficar linda e menos pálida, mas acho que isso não vai acontecer em breve.
Para além disso gostaria de agradecer bastante a todos os que leram o meu conto e escreveram uma review honesta, aos que me deram nas orelhas e aos que disseram que gostaram muito – muito obrigado/a.
Relembro que Domingo haverá um hangout comigo para discutir o meu conto “Uma questão matemática”. Em princípio será no Skype para o pessoal poder falar à vontade.

NaNoWriMo… Oh não, chegou aquele tempo do mês!

Siiiiim!!! E eu digo mesmo é desta meninos. Posso pegar em três projectos: uma distopia com time-travel que deixei porque não estava a gostar de como estava a escrever; a minha fanfic da Belladonna que estou sempre a reescrever, nem eu sei muito bem porquê e a novela que estou a escrever agora.
Ora bem depois do feedback do meu conto na Antologia Amores Contados, decidi que este meu novo livro será um paranormal muito bem comportadinho sem sexo e com poucos palavrões. Para já o livro chama-se Máscaras de pedra e tive esta ideia há algum tempo quando escrevi um conto para o Fantasy & co. O título para ja é provisório e irá mudar visto que não gosto nada dele e acho-o seca mas adoro as minhas personagens! A história passa-se na minha terra: Arcozelo CITY. É um sítio que tem bastantes lendas e partes marcantes e conheço bastante bem (afinal moro aqui desde os 7 anos) e aproveitei uma localidade para me distanciar das grandes cidades. A acção passa-se no centro de Arcozelo, no Sr. da Pedra, Miramar e por vezes Gulpilhares e Espinho.
A história ainda está muito no início, ainda só planeei nove capítulos e para já foca-se na tensão entre Ricardo e Adelaide. Ricardo é uma gárgula, cuja função é proteger a vila durante séculos e conta com a sua parceira, Isabel, uma sucubus que trabalha com ele na Policia Paranormal, para manter os seres fantásticos longe dos holofotes. Sempre que há um homícidio macabro, Ricardo e Isabel entram em acção. Mas isso não significa que por vezes eles nao se metam em alhadas e por isso, o chefe acha que eles precisam de ter contacto com um lado mais humano e por isso, contrata Adelaide, uma inspectora que, como é óbvio esconde alguma coisa do seu passado.
Dois corpos dão á costa e os três têm que descobrir o que se passou, entretanto Adelaide recebe ameaças de morte e a nova missão de Ricardo passa a ser protegê-la. Ele odeia-a, acha o seu optimismo e bom humor irritante. Isabel, apoia Adelaide e é muitas vezes sua aliada.
Ricardo é uma gárgula mal disposta, não gosta de humanos talvez porque nunca ninguém lhe perguntou se os queriam defender e não tem coração. No entanto, durante a história muitas vezes depara-se a instintivamente proteger Adelaide. Tem a cara marcada com cicatrizes, o cabelo comprimido, orelhas pontiagudas e olhos vermelhos. Segundo Adelaide ele mede dois metros e sempre que fala ela estremece.
Adelaide é uma humana estilo Selphie (FF8), super querida, fica cheia de medo quando vê o Ricardo, mas com o tempo habitua-se a responder-lhe à letra, coisa que ele odeia. Só José (director da PP) sabe o segredo dela. Mora sozinha. É inteligente, individualista, fala pelos cotovelos e aparece sempre no local do trabalho com a sua termus e torradas.
Isabel é uma sucubus, linda, sarcástica e com um sentido de humor narcisista. Apoia a Adelaide e muitas vezes chama o Ricardo à razão. Normalmente é ela quem fala à comunicação social porque diz que fica sempre bem no ecrã e todos a adoram… Menos Ricardo, que a tolera. Adelaide fica encantada com a beleza, mas é a personalidade por vezes surrealista de Isabel que a conquista.
Bem, espero que vos tenha aguçado o apetite ^^ Espero terminar a novela e adianto que haverá um segundo livro, onde a Isabel vai ser a personagem principal (sim estou competamente apaixonada por ela!)

Resumos de duas páginas

Bem, o tema desta semana vai ser os resumos de duas páginas, aqueles que costumamos enviar às editoras aquando um manuscrito.
O que devemos ter:
  • Título + Autor + Nr. Total de palavras que o manuscrito tem + Género (YA, erótico, etc)
  • Resumir APENAS os acontecimentos essenciaisIsto pode parecer muito difícil à primeira vista, mas hey easy trick: dividam o vosso livro em Príncipio – Meio – Fim e escrevam em tópicos tudo o que se passa de importante nessas três partes.
    Se se esquecerem de coisas ou não era suficientemente importante ou precisam de tomar Memofante!
  • Estilo de escrita: simples e directo ao assunto. Save the purple prose for the novel! Ó que se lixe, deitem a coisa roxa fora! Não há nada pior do que ler um resumo com imensos adjectivos e advérbios. Keep it clean and simple.
  • Começa no início… e termina no fim! Não há nada mais simples, começar com o problema inicial e terminar mesmo no fim da história para o editor analisar. Muitas vezes os autores perguntavam-me se não era melhor manter o mistério… Weeell, o editor pode sempre parar de ler ali, mas imaginem que termina com um cliffhanger e o editor não quer apostar numa sequela. Poupam trabalho à criatura de ler 300-400 páginas e depois: ah espera isto há sequela? Então não quero! Contem a história toda, que morre, quem fica vivo, quem perde um olho etc.
  • Não escrevam mais de 2 páginas: Um dia, a minha querida professora Ana Luísa Amaral, pediu-nos para escrever um relatório, que deveria ter 15 páginas, em duas! Tive um AVC… 2 páginas? Num tema que dava para uma tese de mestrado? Foi aí que a professora disse-me que o difícil não era escrever sobre os temas, mas sim sumariar e cortar as gorduras. Focar no que realmente é importante e não divagar. Passei meses a escrever aquelas malditas duas páginas, mas consegui e adorei-as e tirei uma excelente nota! E agradeci não ter de escrever 15 páginas, mas sim apenas duas. Tive o dobro do trabalho, mas consegui focar no essencial. Este resumo é igual, se fosse demasiado grande, o pessoal começava a divagar. Os autores conhecem a história melhor do que ninguém e quemm melhor do que o autor para a contar. Não é uma sinopse de um parágrafo, mas sim um recontar da história de forma breve.
  • Não analisem a história durante a sinopse: É foleiro e corta toda a piada ao editor, que em vez de estar a analisar a história está a ler teorias. A menos que sejam teorias que sejam fulcrais para o desfecho ou início da história, leave it aside.
  • Mais importante: Façam de conta que a vossa história é super emociante e espectacular. Até pode não ser o novo Harry Potter e até pode nem ser uma histórias linda e maravilhosa mas isso não importa. Temos de notar paixão na história, a escrita e na forma como o autor apresenta. Enviaram o manscrito para o publicar, não para ficar na gaveta, covençam o editor de que a vossa história merece ser publicada e não ficar no computador! O que é que a vossa história tem de diferente? O que acrescenta no mercado para merecer ser publicada? Pensem nisso. O manuscrito não pode ser só mais um, tem de ser O manuscrito!
*Ruiva olha para o relógio* AHHHH O QUE É QUE EU ESTOU A FAZER??? TENHO DE ESCREBER! Bem, meninos e meninas, portem-se bem, I MUST WRITE! Não se esqueçam, Domingo às 21.20 no Skype: hangout do meu conto
Advertisements

About Adeselna Davies

Occasionally works as an English and German teacher, also loves to read all kind of books and wish someone would pay her to read and write reviews forever. She is also a magazine designer and writes short-stories.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

November 2013
M T W T F S S
« Oct   Dec »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons

%d bloggers like this: