Before I leave London today

Before I Leave London Today
Sophia Andrade
Colecção: Viagens na Ficção
Páginas: 146
Preço: 12,00 €
ISBN: 978-989-51-0319-5

Sinopse:
Nina é uma rapariga de 18 anos, que vê o seu sonho realizado ao entrar num avião para Londres. Juntamente com as suas amigas, vai viver uma aventura que nunca esquecerá ao conhecer o seu ídolo, Liam Payne…
Primeiro ponto: se 50 shades of Grey foi publicado e era uma fanfiction, Sophia Andrade tem direito a publicar a sua fanfiction;
Segundo ponto: se a L. James teve direito a escrever as suas fantasias masturbatórias de meia-idade, Sophia Andrade também.
Terceiro ponto: nenhum leitor fez mal a ninguém para merecer ler estas duas obras terríveis.
Claro que a L. James teve o bom senso de ao menos publicar a sua fanfic online e depois esperar que uma editora se apaixonasse por ela.Sophia Andrade pagou (ou melhor os pais pagaram) para ver algo em papel que deveria estar online. Sophia Andrade pode ser processada pelo amor da sua vida que, imagina a sua cara quando beija a almofada, por ter usado o seu nome e o nome dos 1D sem permissão. Nenhuma criatura fez tão mal na sua vida passada que mereça ler o diário fictício de uma fã “tresloucada” adolescente.
Não sou contra os adolescentes escreverem, quando tinha a idade da Sophia também eu comecei a escrever. Nunca publiquei nada, nem nunca terminei nehum livro, mas ainda bem; poupei-me à vergonha alheia e a levar nas orelhas. Aprendi a escrever, escrevendo mas hey tinha 14 anos! Queriam o quê? Uma Verwandlung aos 14? Temos de começar por algum lado, a Sophia começa por escrever os seus sonhos românticos com um tal de Liam, eu matava personagens… Há que estabelecer prioridades.
Não sei nada dos 1D a menos que são uma boysband britânica, com fãs pitas loucas e a Internet odeia-os. The usual… Eu sempre fui uma rock/metal girl, mas nem por isso sonhava em beijar o Tom Chaplin dos Keane.
Não sei, também, que raios de pais são aqueles que alimentam esta parvoice (não dos 1D, mas a rapariga publicar o livro), eu não me meto na educação dos outros, mas permitir algo que pode levar a menina em tribunal… 
Mas vamos à história, que agora é que começa tudo!

A história:

Sophia Andrade… ah esperem não, diz aqui Nina Rodrigues, na introdução. Eu não sei se dou uma cepa à rapariga por ter colocado “introdução” como se fosse um trabalho para a escola ou se dou um beijo por não me ter escrito prólogo. Esta Nina tem 18 anos, mas comporta-se como uma pita desvairada de 13 – I wonder why… e os pais vão viver para Inglaterra (ai a desgraça, odeio-vos, vou ficar longe das minhas amigas), mas depois as amigas dizem que vão com ela para Inglaterra passar as férias: aww tão queridas. Então pronto Sophia… ah esperem não, Nina, fica então muuuuuito feliz porque não se tem de separar das amigas. No aeroporto esbarra contra uma pessoa e quem é, quem é?
Pelos vistos é este gajo… que tem 20 anos! A autora está apaixonada por um gajo de 20 anos… tá bem!
Bem ela esbarra contra o sr. porque não há melhor forma de fazer com que os protagonistas se conhecem a desmaiar, cair ou embater para haver contacto físico. Pronto ela fica toda OMD! (Oh meu deus???) É O LIAM PAYNE. Entendo-a, se eu encontrasse o Obama e fosse contra ele, provavelmente também ficaria feliz, pediria desculpa e seguia em frente com um cheshire cat smile muito estranho e nada psyco. Mas enfim, isso sou eu que sofro de síndrome: OLHA ESTÁ ALI O X? ….Erm e?? Isto sou eu que tenho manias esquisitas. Pronto a miuda instala-se e tal, as amigas estão com ela e de repente desaparece a gata dela: a Molly. Ela vai ao quarto e encontra o Liam a subir para a sua janela com a gata e algo que ela tinha deixado cair no aeroporto. Como é que ele soube onde ela morava, isso não importa porque isto é a cena mais twilightish de sempre onde está alguém no nosso quarto, mas nem sabemos como é que descobriram a morada  E PORQUE RAIOS NÃO USAM A PORTA! O Liam convida-a e as amigas a jantarem e claro convida também os amigos da banda para brincarem de Teresa Guilherme e terem um par cada. 
Isto é estilo Oprah, you get a 1D member, you get a 1D member, EVERYONE GETS A 1D MEMBER!
Entretanto o Liam beija a Sophia, porque sim, gosta dela, mesmo que se conheçam tanto como eu conheço as plantas do meu jardim. Isto é o livro dela e ela quer que o rapaz a beije (quando eu for presidente do Universo vou querer fazer muitas coisas porque sim). Ao menos a rapariga tem alguma (pouca) noção de conflito e decidiu que, agora que o Liam está apaixonado por ela, vai para a América em tour. A Sophia fica super chateada porque não o quer ver partir porque dohhh andou anos a beijar a almofada a pensar nele, mas o Liam convida-a e às amigas a irem com eles e elas aceitam… Eu sei que supostamente a Nina tem 18 anos, mas ela porta-se como uma chavalinha por isso eu esqueço-me que ela tem 18 anos e vai entrar na faculdade e penso: E OS PAIS? Bom não importa, pelos vistos dizem que sim! Eu pergunto: quem paga a viagem? Nada disso importa porque VÃO PARA A AMÉRICA!
e eu: no, not yaaaay!!
Em NY, Sophia é reconhecida por um amigo do infantário que pelos visto é amigo dela no Facebook, mas ela é uma cabra para ele e ela diz que está com os gajos do 1D e ele “Adoro essa banda”…. Sweetie, baby, cookie, honey… what you’re selling, I ain’t buying. Nenhum homem de 18 anos gosta dos 1D, ok? They’re smarter than that! O André pelos vistos não tira os olhos dela (srsly é só uma pita, há delas aos montes) e o Liam fica cheio de ciúmes e diz logo que já namoram há um mês (na verdade foram só 4 páginas, mas screw it, it’s ma book). Para além de já estarmos na Twilight zone, aparece a cena em que uma miuda pede o autógrafo a Sophia… porque sim (hey ma book!)
E depois há zangas, o Liam diz que a ama (mesmo que só a conheça há um mês), andam há porrada porque o Liam pensa que o Louis (quem?) deu um beijo à Nina… e não há melhor forma de anunciar essa zanga do que escrever um artigo à lá Correio da manhã com 0 sentido jornalístico, mas pronto a menina claramente não esteve atenta no 7º ano quando aprendeu a notícia nas aulas de português… se calhar estava a pensar no Liam. Como nada disto faz sentido a autora achou que podia abusar do non-sense já que entramos na Twilight zone e então quando Nina está no meio de jornalistas PUMBA, desmaia! Nem é tarde, nem é cedo vou dormir uma soneca forçada. Eu se fosse aos autores levava as personagens a um neuro-cirurgião porque não é normal o pessoal desmaiar assim sem mais nem menos.
Bom NADA DISTO INTERESSA, porque, meus amores, a Sophia criou o melhor plot twist de sempre: no hospital, Nina decobre que Louis… é SEU IRMÃO!
Isto tudo, para provar que Nina e Louis nunca se beijaram. Eu acho que a autora andou a perder Game of thrones e Os Maias, porque senão sabia que isso não é desculpa! Neste momento eu já estou por tudo, mas a autora GOSTA  de me torturar e por isso, meus queridos leitores, APARECE JUSTINA BIEVER!
No fim, a Sophia acorda e pensa: foi tudo um sonho? Ai quem me dera! Eu era uma ruiva tão feliz, mas não! A mãe diz que vai com ela matriculá-la no último ano de faculdade (whutt??) e claro ele  (o moço de 20 anos) regressa ao UK para ficar com a gaja que meteu a Bella Swan num bolso!
Parabéns, Sophia, por teres escrito um filho de odin das fanfictions, uma donzela sagrada do romance! Fantástico como em 142 páginas consegue-se meter infodump, tell atrapalhado, 0 personalidade e um happy ending para todas as amigas. Meus queridos, eu não mereço isto! Eu não mereço ter de pagar um ano de terapia por causa de fantasias de uma adolescente… nem eu, nem vocês!
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s