Anna e o beijo francês

Anna e o beijo francês
Stephanie Perkins
Editora: Quinta Essência
288 páginas
Sinopse:
Anna Oliphant tem grandes planos para o seu último ano em Atlanta: sair com a melhor amiga, Bridgette, e namoriscar com um colega no cinema onde trabalha. Por conseguinte, não fica muito contente quando o pai a envia para um colégio interno em Paris. As coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz deslumbrante – que tem namorada. Ele e Anna tornam-se grandes amigos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Irá Anna conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

Há livros que são românticos e que nos conquistam e existem outros que pela sua simplicidade entram no nosso coração. Anna e o beijo francês é um livro terno criado para adolescentes, mas que serve para todas as idades, talvez por ser tão querido e simplista. E simplista neste caso não se traduz em mau, mas sim numa lufa de ar fresco.

Anna e o beijo francês tem todos os ingredientes para um livro YA: há dramas, romance, traições, jovens a fazerem asneiras e a aprenderem com as asneiras. Mesmo os pais não estando presentes, sente-se a sua influência. Não era um livro de adolescentes se os pais não fossem horríveis e andassem a aniquilar a vida dos seus filhos: been there, done that! Parece que Perkins pegou em todos os sentimentos que já tivemos enquanto adolescentes e acertou nos pontos certos: as inseguranças, as brigas constantes entre amigos, as pazes, os mal-entendidos e, claro, a ternura de ser adolescente e a ingenuidade. 
Anna é uma personagem bastante querida e Perkins arriscou bastante ao fazer deste primeiro livro um narrador na 1º pessoa. É sempre arriscado escrever livros na primeira pessoa, porque se o leitor não simpatiza com a personagem está o caldo entornado, mas isso não se passa com Anna. Adoramos a miúda, porque ela é um quase-reflexo do que já fomos: apaixona-se, tem vergonha do pai, é insegura, mas leal aos amigos, muito divertida e tem objectivos de vida como todos nós. A sério, até consegui fechar os olhos ao Caps Lock porque estava tão entusiasmada, também a falar em Caps Lock na minha cabeça, do tipo OMG, I KNOW, RIGHT? (sim, isto de falar com personagens fictícias dentro da minha cabeça em Caps Lock não deve ser muito saudável, mas que se lixe). 
Já Étienne St. Clair é um rapaz simples, brincalhão, complexo e dividido mas que faz um par perfeito com Anna. Talvez Perkins mostre que as melhores relações acontecem depois de uma amizade bem cimentada e que nenhuma relação é fácil, mesmo entre jovens com sonhos. As personagens secundárias estão bem desenvolvidas, embora Perkins use uns clichés manhosos típicos das escolas americanas com uma miúda má como as cobras e gajos idiotas que inventam rumores (ok esta dos rumores também aconteciam nas nossas escolas).
“Anna e o beijo francês” recuperou o brilho que eu tinha quando jogava RPG’s e no fim o herói beijava a heroína e era esse o clímax romântico: um beijo! Apenas um beijo e entravamos em delírio porque depois de tanta coisa, eles ficavam juntos! Não era preciso ir mais longe porque aquele gesto significava que eles iam ser felizes para sempre e o livro fez com que sentisse uma saudade enorme desse pequeno toque. Se têm sobrinhas, filhas, netas, irmãs adolescentes – este livro é para elas. Para elas saberem que todas nós já tivemos caidinhas por rapazes e que já fomos como elas, ou então para rir com o quão trengas eramos quando tínhamos a idade de Anna! Afinal podemos pensar que o mundo nos odeia e o karma está contra nós, mas no fundo esta história ensina-nos que tudo se resolve mais cedo ou mais tarde.
Off-topic:
Estou viva… barely! Ou a gastrite voltou, ou estou quase a falecer… Em ambos os casos, tenho aqui imensos livros para ler e esta semana, se entretanto não falecer, faço reviews deles todos.
Advertisements

About Adeselna Davies

Occasionally works as an English and German teacher, also loves to read all kind of books and wish someone would pay her to read and write reviews forever. She is also a magazine designer and writes short-stories.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

September 2013
M T W T F S S
« Aug   Oct »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons

%d bloggers like this: