Tidy Friday #4

BOM DIA! BOM DIA! Os pássaros cantam lindos e maravilhosos, dormi 10h (oh joy), o Adolfo está ao meu lado a cuscar a vizinhança, amanhã não tenho de me levantar ás 8 da manhã e perdi 3kgs! Ahhh rise and shine, bitchies. Hoje pode ser o dia mais perfeitinho e lindo de sempre… Mas não… não me parece.

Os livros:

Livros? Que livros? Erm pois e tal esta semana li dois livros (CALMA! Que a semana só termina amanhã), por isso entre hoje e amanhã esperem uma caralhada de críticas foférrimas. Para já podem ler a crítica que fiz ao livro “Alma rebelde” de Carla M. Soares e as minhas quickies lindas! Tenho lido pouco em português, porque muito sinceramente já começo a estar desabituada de escrever nessa língua estranha. Mas não há-de ser nada e cá iremos sobreviver.

Os lançamentos:

Não há muita coisa esta semana, meus doces, mas boas notícias para quem gosta de Isabel Allende! A Porto Editora decidiu publicar os livros mais marcantes da autora e estes chegam a 18 de março às livrarias. MARÇO! Marços com M grande que o AO ainda não chegou cá (é o mal de ler press releases com AO). 
O Scott Lynch finalmente saiu da sua depressão e anunciou que o terceiro volume do Gentleman Bastards sairá a 10 de Outubro deste ano no UK!

A blogosfera:

Lembram-se quando eu disse que haveria dois temas para a Tidy?
Não são dois temas, mas três! 
(Pronto é desta que o pessoal desmaia)

Desculpe, disse 50 livros?

Bom isto deu alguma tinta ou pixeis, let’s say na blogosfera, quando os blogues começaram a divulgar novidades da Chiado de Março onde se encontravam 50 títulos. A mim cheirou-me a esturro e como o meu nariz não me engana, fui investigar. Ao clicar nos links da divulgação pude averiguar que os títulos eram desde Outubro de 2012 até Março de 2013. Achei que era estranho a vanity em questão enviar uma catadupa de livro e os bloggers acharem normal e divulgarem assim, sem sequer desconfiarem. (Tenho de vos ensinar tudo!) Ora decido então enviar um e-mail à editora a pedir as novidades para divulgação, e alerto para o erro que houve (eu na minha infinita bondade e trenguice). Qual não foi a resposta por parte da vanity a dizer que é verdade, que a Chiado edita 50 livros por mês….
PAUSA PARA REFLEXÃO 
com a ajuda da Sloth!!

50 livros??? Mas calma eu li bem? 50?? Há coelhos que se reproduzem menos. Mas 50? Eu sei que sou lenta a rever e tal, mas mesmo assim a vanity em questão recebe os manuscritos, tem de fazer a paginação, a capa, a sinopse, eeerm mais? Que mais um livro tem? Ah a revisão, mas isso eles não fazem, não… O contrato, né? E 50 livros num mês? Isso é uma proeza, capaz de arrumar qualquer Alfarroba e Pasteleira a um canto! E se cada autor pagar 3000€ por edição, ora bem façamos as contas.
3000 x 50 = 150 000€/ mês
desses 3000 se calhar tirar uns 400€ pelo custo da edição, mais uns 100€ para pagar ao subcontratado (perdão, escravo) que paginou o livro em tempo recorde e então mais uns 100€ pela capa, pronto = 2400€ (já não é mau!)
ou seja
2400 x 50 = 120 000€ mocas por mês… Calma, para onde está a ir o dinheiro dos autores? Não é por nada, mas os autores não recebem qualquer percentagem de lucro. Recebem sim X exemplares para venderem e o que venderem é lucro. Ou seja se não venderem nada, recebem NADA e deram 3000€ mocas para acabar aonde?
Ainda acho isto muito estranho… Paginar dois livros por dia. Primeiro porque eu já paginei e sei bem o trabalhão que dá, segundo uma capa não se arranja assim. É preciso ler o livro todo, arranjar a dita cuja, meter tudo bonitinho, etc. Dois num dia? Está visto! Arranjamos os empregados do ano! Dêem uma promoção aos moçoilos que eles merecem.
Ai só te falta um livro para terminar a colecção? Ohhh que PENA!

As bloggers sempre que uma editora diz que vão terminar a série.
Outro tema que tem metidos as bloggers a salivarem de raiva para cima das editoras é esta questão dos livros, saem, não saem, séries que são interrompidas, etc. Infelizmente nem sempre os livros vendem como as editoras esperam. É preciso homens nus na capa, gajas boas, vodu e mais não sei o quê, florzinhas e merdices assim (que isto não são livros, são catálogos de floristas).
Eu entendo as bloggers, entendo as editoras (não podemos forçar os leitores a lerem os livros e a enfiá-los pela garganta abaixo). Portugal tem 10,581,949 habitantes. Desses excluímos velhinhos adoráveis e crianças dos 0-15 anos como leitores ávidos. Pronto ficamos com quê? 7,000,000 (Estas contas hoje estão fantásticas XD) Desses 7 milhões, vá quantos é que lêem mesmo? Sempre que vou à FNAC do NS vejo quê 5 pessoas na área dos livros e umas 20 na área dos tablets/pc e a secção de música às moscas. O fenómenos do 50 shades que foi tipo o livro que TODOS leram vendeu 120 mil cópias… Sim é isso. Um fenómeno que todos querem ler vendeu apenas isso! 120 mil. Ora do 10 milhões que somos, só 120 mil acorreram em massa a ler um livro. Imaginem aqueles livros desconhecidos, de que ninguém fala, ninguém conhece… ninguém faz nada! E as bloggers, calma! Eu faço publicidade! Ora bem os bloggers literários têm quê? Na loucura 5 mil visitas por mês (assim aqueles mais conhecidos). Ora bem somos 10 milhões (pera 7 milhões)…
O problema não é só das editoras e nem elas têm de alimentar as pessoas, porque não são a Santa Casa da Misericórdia. Não vendeu? Temos pena. Ficam prejudicadas? Sim. Solução: COMECEM A LER NA PUTA DO INGLÊS! “Ai mas não gosto…” então temos pena! Ensinei a minha irmã a ler em inglês aos 12 anos, para ela não sofrer com isso e no futuro poder ir para qualquer faculdade, país sem se ver à rasca com o inglês. Also a cena de apoiar a língua é treta, porque com a quantidade de erros que alguns tradutores dão, não estão a apoiar a língua, mas o assassínio da mesma.
Outro problema:”opa não dou mesmo para ler em inglês, sou má a línguas.” Entendo. Eu sou uma nódoa a matemática, mas entendam que o inglês é preciso em todo o lado. Estou a ver uma série e não há legendas, ok começo a ver sem. Em vez de ler livros, começo por contos em inglês, ler sites. Coisas pequenas. Ver BBC news e outros programas sem legendas.
Claro que é chato mesmo que leiam em inglês ficarem com uma colecção a meio e depois terem de se desfazer dela e comprar tudo em inglês. Sim é chato, mas vejamos: cada livro em pt custa 18€ que vendam por 10€ perdem 8€, mas compram a 5€-8€ lá fora (até aproveitam packs que fica N barato os livros). Só nisso nem tudo esteve perdido e ficam com uma colecção bonita.
“Ah mas eu não gosto das capas lá fora”… Temos pena! Na vida, não se pode ter tudo!
Não gosto que as editoras terminem as séries porque sim, isso faz com que 120 mil pessoas não tenham acesso a livros. Mas entendo que nem todas as apostas são boas e o que se publica lá fora pode não ter sucesso aqui.
Também entendo os blogues, que se calhar nunca pensaram que poderiam precisar do inglês para um hobby. E entendo aqueles que ficam com a colecção a meio e se têm de desfazer dela à pressa.
Mas na vida, tudo é assim e acho que um e-mail à editora a explicar a situação é muito mais eficiente, do que andarem em cima deles, tipo “Quando é que publicam o próximo? Quando?”
Let’s all calm down!
Recapagens:

De vez em quando as editoras apostam em coisas que se calhar não deviam. De vez em quando as editoras não têm funcionários tão experientes como os da Chiado. Outra vezes, as editoras fazem mesmo merda. Uma delas tem sido as recapagens, ou seja, quando um livro não vende e as editoras ficam tão desesperadas que despem os rapazinhos em pleno de Inverno (ai já estou a imaginar as criaturas com os mamilos todos erectos uhhh ai jesus). Bem isto não interessa nada! As recapagens têm tido algum impacto por parte dos bloggers. Alguns não conseguem entender o porquê da recapagem (serão os portugueses tão shallow que só compram mesmo o livro pela capa?). Dois exemplos mais famosos são o da série Fever da Karen M. Moning e da série Uglies de Scott Westerfeld.
1º versão
Nova capa
Ora bem eu sei que a primeira vá não é assim lá muito comestível, mas havia necessidade de meter um olho? A sério, é isso que os designers metem agora? Um olho? A primeira capa opta por algo mais neutro e com pouca informação. A segunda? Completamente crowded, no meio de tanto texto eu nem sei onde está o título! A retina ainda por cima nem tem cores diferentes! Aquele olho podia muito bem ser o meu, uau how so fucking original we are! Vejamos as versões inglesas.
Uma das minha fav.
Simples e eificiente
Com o olho, mas mais
agradável
Pronto gente era assim tão complicado fazer uma capa assim? Era? Deus meu…
A série Fever da Karen Moning também foi outra que coitada. Eu sei que a sra. anda com a menopausa, porque a quantidade de gajos semi-nus que ela mete na porra do Facebook… bom. Se calhar a editora pegou nessa dica e transformou a capa nisto!
1º versão
Recapagem

Meus filhos, olhainde! Olhainde para os originais para o português e para a recapagem! Moças vestidas no original, moça vendada no português, moço despido na recapagem!! Isto não é porno gente! É literatura. Se eu quero ver gajos semi-nus compro a Playgirl e ainda vejo pilas!
Esta sou eu enervada! Perdi muito cabelo XD
Mas calma! Nem tudo está perdido, non! Non! Pela primeira vez veio a Saída de Emergência salvar a honra.
O original com pernocas
1º versão BDSM
Recapagem bonita!
E calma não foi só a SDE! A Presença também se lembrou de fazer algo mais ou menos jeitoso!
1º versão que apelava talvez
a um público demasiado jovem
Capa que apela a uma
maior audiência
Por isso vamos desde olhos, gajos despidos a algo minimalista mas ainda bonito. Nem tudo está perdido… nem tudo!
E pronto mais uma Tidy Friday concluída. Para esquecer isto tudo, vou pegar na minha garrafa de absinto e vou para a má vida! Para a semana espero estar curada da ressaca. Vá, meninos e meninas portem-se bem, que eu e a Brit vamos para o varão ganhar dinheiro para apoiar as editoras nacionais que estão pobres.

Advertisements

8 thoughts on “Tidy Friday #4

  1. Thanatos says:

    Vê lá não dês cabo do varão… mesmo com 3 Kgs a menos ainda metes respeito e a Popota a um canto. Don't worry, be happy, everything will look sunier tomorrow. 😉

  2. André Nuno says:

    Oi…
    É interessante e pertinente essa tua crítica às editoras. Subscrevo na íntegra. Curiosamente abordo um pouco o tema no meu blogue na opinião que publiquei a Se os mortos não ressuscitam, de Philip Kerr. Para além da diferença pornográfica nos preços dos livros entre PT e inglês, as editoras lusas têm a mania de respeitar tudo… menos os leitores.
    O herói deste livro é Bernie Gunther. Existem oito livros com este personagem. A P.E. resolveu publicar o autor. Que livros escolheu? O primeiro? Algum do meio e depois seguiu a ordem?
    Náaa. Isso seria compreensível para mentes simples, lógicas e, pelos vistos, parvas como a minha. Começam por publicar o quarto livro e agora… o sexto. Na encomenda de livros de Abril, se tiver o carcanhol para a fazer virá um livro em inglês. Se não me for muito dificil lê-lo (embora acompanhe bem séries anglófonas sem recurso a legendas estou enferrujado na leitura em inglês) passarei a comprar em PT apenas os livros de autores portugueses. E gastando o mesmo dinheiro… compro quase o dobro dos livros. Temos pena!
    Boas leituras.

  3. Adeselna Davies says:

    Queria a Popota ser como eu! XD O varão está intacto e afinal tive de acordar às 8! O karma odeia-me! Quanto a essa questão André, a Quinta Essência também se lembrou de publicar uma série pelo 0.5 e o 3º e último, ou seja quando publicar os outros dois, as leitoras já sabem o que aconteceu ás outras irmãs (eu li a série em inglês por ordem). Havia lógica? Não. Mas o 3º tinha BDSM e estava na moda. Pena que não souberam aproveitar isso…

  4. Telma T. says:

    A série Fever é mesmo uma pena: só publicaram os dois primeiros e agora em vez de publicarem o terceiro recapam o primeiro NAQUILO e “bora lá ver se isto vende”. É muito mau para uma série que não é má de todo.

  5. Inês Santos says:

    Não gosto de nenhumas das capas do Uglies. Nem uma escapa!

    Enfim.

    Hoje até tiveste soft com o pessoal. deste forte nas editoras e disseste asneiradas, mas pronto. Eu perdoo te ahahahah

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s