A comunhão com Deus

O Anjo das Trevas
Os cânticos de Serafim #2
Anne Rice
Editora: Publicações Europa-América

Sinopse:

«Sonhei com anjos. Vi-os e ouvi-os numa enorme e interminável noite galáctica. Vi as luzes que simbolizavam estes anjos, voando aqui e ali, em laivos de um brilho irresistível […] Senti amor em redor de mim neste vasto e contínuo domínio de som e luz […] E algo semelhante a tristeza apoderou-se de mim e confundiu toda a minha essência com as vozes que cantavam, porque as vozes cantavam sobre mim.» Assim começa o novo romance assombroso de Anne Rice, um thriller sobre anjos e assassinos, que nos conduz novamente aos mundos obscuros e perigosos de tempos passados. Anne Rice leva-nos para outros domínios, desta vez para o mundo de Roma no século XV, uma cidade de cúpulas e jardins suspensos, torres altas e cruzes por debaixo de nuvens sempre em mudança; colinas familiares e pinheiros altos… de Miguel Ângelo e Rafael, da Sagrada Inquisição e de Leão X, segundo filho de um Medici, dissertando sobre o trono papal… E nesta época, neste século, Toby O’Dare, antigo assassino por ordem do governo, é convocado pelo anjo Malquias para resolver um terrível crime de envenenamento e para procurar a verdade sobre a aparição de um espírito irrequieto — um diabólico dybbuk. O’Dare em breve se vê envolvido no seio de conspirações negras e contra-conspirações, rodeadas por uma ameaça sombria e ainda mais perigosa, porque o véu do terror eclesiástico a cobre. Enquanto embarca numa viagem de expiação, O’Dare é ligado ao seu próprio passado, com assuntos claros e obscuros, ferozes e ternos, com a promessa de salvação, e com uma visão mais profunda e rica do amor.

Neste segundo e último(?) volume dos Cânticos de Serafim, Anne Rice não perde tempo em divagações como no primeiro livro. Assistimos à continuação da história de Toby O’Dare, mas desta vez Anne Rice decide iniciar o livro logo com acção, estabelecendo uma ponte entre a conclusão em suspenso e a nova vida de Toby.

Este segundo volume apresenta a reconciliação quase final entre Deus e Toby, dando a conhecer o outro lado da face religiosa: a tentação. Toby é tentado, de maneira a provar a sua lealdade não só a Deus, mas ao seus novos princípios. Embora o mistério seja menos complexo que o anterior, aprende-se com a pesquisa feita por Rice sobre os judeus, Veneza e até mesmo os venenos da época. A tradução do livro está bem melhor, sem gralhas e a própria qualidade do design mais simples, mas também eficiente melhora a qualidade de leitura. Os Cânticos de Serafim são um verdadeiro hino ao perdão e à reconciliação com Deus, embora menos simbólico que os outros livros de Rice. Os temas são repetidos: Deus perdoa todos aqueles que se redimirem, Deus ama todos os Homens, mesmo aqueles cujo caminho é desviado. Ainda assim vale este segundo volume para entender o lado negro dos Anjos e também para deixar outras portas em aberto para uma possível continuação.

Anne Rice é uma escritora multifacetada. Tanto escreve e pesquisa sobre vampiros, Serafins ou escreve prosa erótica e a vida de Cristo. Vale a pena ler a série para compreender como Rice tem uma perfeita noção da escrita e de uma pesquisa bem feita incorporando a fantasia com o histórico. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s