Penicos, meus amores! PENICOS!

O penico do céu
Hermino C. Francisco
Chiado Editora
Páginas: 342

Pensava a vossa querida Adeselna que ia ler um livro de rir sobre os tomates do Afonso Henriques… e sai-me um romance histórico não sobre penicos, mas sobre uma aldeia onde chovia muito e, por isso, diziam que se chamava o penico do céu! Está explicado o título. Vamos à crítica?
O penico do céu é um romance histórico, que conta a história do Vale de Midões, desde o momento em que foi baptizado com este nome e porquê, até aos dias de hoje. Atravessamos algumas gerações, mais propriamente o século X e XX. Os saltos temporais podem ser bem acompanhados, talvez porque o autor decidiu não investir muito tempo durante os saltos, de modo a que o leitor consiga compreender as informações adicionais. Dito isto, nota-se que o autor tem detalhes bastante curiosos sobre a Idade média, muitas vezes na construção do diálogo que não é artificial, mas que conjuga com a época. O autor apresenta ainda detalhes da economia da região e de detalhes como, por exemplo a comida. O romance possui ainda uma vertente religiosa em honra da Santa Luzia, padroeira da personagem principal: a família de Gualdin. A Santa protege a família e é a partir daí que o autor se apoia para justificar o porquê do sucesso e da sorte desta família. 
Embora o livro não siga a estrutura clássica, julgo que o livro serve apenas para contar a história de uma aldeia, que como o narrador diz, ninguém conhece. O que leva a que o autor abuse da regra “tell”, em vez de show. Curiosamente, não incomoda muito o leitor. Esta técnica de contar acontece como se conseguíssemos estar ao lado do narrador, a ouvir contar a história da sua aldeia esquecida pelo tempo.
Contudo, existem alguns problemas que quebraram a leitura, como o excesso de pontos de exclamação, o excesso de parágrafos numa página (por vezes eram 5 parágrafos na mesma página) e a mudança de narrador da 3º para a 1º pessoa. Encontrei apenas três gralhas, uma foi mesmo distracção do autor na acentuação.
Um livro para quem gostar de conhecer mais sobre aldeias esquecidas, com um toque leve de humor e com curiosidades históricas interessantes.
PS1: A capa está giríssima.
PS2: Tentei pesquisar sobre a aldeia ou a família no Google, mas sem sucesso. Se alguém conhecer algo sobre o Vale de Midões pode comentar aqui em baixo.

Sobre o autor:

Nasceu na Murganheira, Freguesia de Pombeiro da Beira, no ano de 1945. Começou a trabalhar na indústria hoteleira em Lisboa, com a idade de onze anos (1956). No fim do ano de 1962 foi para Angola e em 1970 abriu o seu primeiro bar na cidade de Lobito, Angola, e em 1975 retornou a Lisboa onde continuou a sua actividade de dono de bares. Em 2010 deu início à sua actividade literária.
Advertisements

About Adeselna Davies

Occasionally works as an English and German teacher, also loves to read all kind of books and wish someone would pay her to read and write reviews forever. She is also a magazine designer and writes short-stories.

One response to “Penicos, meus amores! PENICOS!

  1. Não concordo contigo em relação à capa, mas gostos…

    Em relação ao resto achei imensa piada à tua introdução e como já ia lançada por causa da nossa conversa acabei por ler a tua opinião com uma mente mais aberta. O giro é que eu apanho pouco livros destes de “contar histórias” e até é algo que eu gosto. Por isso, e terminando, é um livro que fica para a lista a ler.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

October 2012
M T W T F S S
« Sep   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons

%d bloggers like this: