Não são só os ruivos que não têm alma

Soulless (Parasol Protectorate 1#)

Gail Carriger
Editora: Orbit
Páginas:384

É oficial – descobri o meu guilty pleasure! Este primeiro livro da trilogia “Parasol protectrate” tem tudo o que eu amo: lobisomens jeitosos, protagonista sem alma (como eu), vampiros gays, Inglaterra victoriana e steampunk!
Soulless é o primeiro livro da autora Gail Carriger ainda não traduzido para português e muito sinceramente, nem sei do que estão à espera! Primeiro deixem-me explicar que este livro está longe de ser perfeito, falha um bocado na parte final onde esperamos um vilão verdadeiramente maquiavélico e de vez em quando também pensamos que a acção está a engonhar e depois lá aparece algo que faz a história avançar, mas no geral está muito bom. A protagonista é algo de se babar, longe de ser bonita, mas com um feitio mesmo como eu gosto: filho da puta e sem papas na língua. Uma mulher assim, de facto não dá para resistir. O lobisomem Lord Macoon é um perfeito gentleman com um feitio a condizer ao da Alexia e por ser lobisomem não pude de o imaginar sem ser um “gajo sexy” e o Lord Akeldama dava mesmo bem para ser o meu bff! Não pude evitar de sorrir pelas suas maneiras extremamente elegantes e cómicas para um vampiro.
Outra coisa que dá uns pontos largos à autora é a maneira como escreve. Escrever um livro não é só ter uma história decente, é envolver o leitor naquele mundo. Carriger faz muito bem em introduzir uma linguagem típica da época victoriana. Nota-se que a autora entende do assunto e mal acabei o livro bem que me apetecia tomar cházinho em chávena de porcelana (o sotaque britânica já eu tenho que chegue).
Em suma, vou devorar todos os livros da série! Este primeiro está mais que aprovado!
Sinopse:
Alexia Tarabotti is laboring under a great many social tribulations. First, she has no soul. Second, she’s a spinster whose father is both Italian and dead. Third, she was rudely attacked by a vampire, breaking all standards of social etiquette. Where to go from there? From bad to worse apparently, for Alexia accidentally kills the vampire – and then the appalling Lord Maccon (loud, messy, gorgeous, and werewolf) is sent by Queen Victoria to investigate. With unexpected vampires appearing and expected vampires disappearing, everyone seems to believe Alexia responsible. Can she figure out what is actually happening to London’s high society? Or will her soulless ability to negate supernatural powers prove useful or just plain embarrassing? Finally, who is the real enemy, and do they have treacle tart? SOULLESS is a comedy of manners set in Victorian London: full of werewolves, vampires, dirigibles, and tea-drinking.
Advertisements

About Adeselna Davies

Occasionally works as an English and German teacher, also loves to read all kind of books and wish someone would pay her to read and write reviews forever. She is also a magazine designer and writes short-stories.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

January 2012
M T W T F S S
« Dec   Feb »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons

%d bloggers like this: