Os melhores livros lidos em 2011

Pois é chegada aquela altura do ano em que sou boazinha e reúno um post com tudo de bom e de alegria! Os 10 melhores livros que li este ano (demora a chegar, mas quando chega é em grande) e os piores! Os horrores e tragédias literárias…
1. As novas cartas portuguesas: Maria Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa
Edição anotada
Editora: Dom Quixote
– As novas cartas merecem estar no topo da lista por ser um dos livros mais inovadores (senão o mais) de Portugal, com imensas traduções por todo o mundo, mas que fica sempre esquecido. Cruel e poético, desta vez não fica esquecido!
2. O revisor: Ricardo Menéndez Salmón
Editora: Porto Editora
– Um livro que prova que escrita a metro falha. Em poucas páginas Salmón deixa o leitor K.O, mexe com o nosso pensamento e com a concepção da realidade.
3. The dispossessed: Ursula Le Guin
Editora:
– er é a Le Guin… não precisa de muitas mais justificações.
4. (ebook) The claiming of the Sleepy Beauty: Anne Rice
Editora:Plume
– Cruel, peculiar, erótico, estranho… and I want so much more.
5. A paixão segundo Contança H.: Maria Teresa Horta
Editora: Bertrand
– o meu gosto de escrever cenas eróticas sem parecer uma beata veio desta senhora. Para quem não sabe escrever erótico em português, coloque os olhos nesta senhora e aprenda muita coisa!
6. Flow my tears, the Policeman said: Philip K. Dick
Editora: Gollancz
– Uma narrativa frenética sobre o tema da identidade perdida numa prosa descontraída.
7. The forgotten beasts of Eld: Patricia McKillip
Editora: Magic Carpet Books
– Lembro-me que quando o li, não me aqueceu, nem arrefeceu. Com o passar do tempo tenho imensas saudades de o reler. Talvez pelo facto de muitas vezes me achar parecida com a personagem principal e ter medo de ser uma “Ice Queen”.
6. The Hitchhiker’s guide to the galaxy: Douglas Adams
Editora: Del Rey
– Happy Towel’s Day! O Hitchhiker é muito mais do que um livro, é um ideal com as melhores frases de sempre.
7. As atribulações de Jacques Bonhomme: Telmo Marçal
Editora: Gailivro
– É verdade que ainda sou uma novata nestas andanças de FC, mas há imagens poderosas que nunca abandonam a nossa mente. O Telmo Marçal conseguiu transmitir algumas dessas imagens para a minha cabeça.
8. (ebook) The bell jar: Sylvia Plath
Editora:Harper Perennial Modern Classics
– Ai Plath… se eu vivesse no teu tempo não me escapavas…
9. (ebook) Enchanted: Nancy Madore
Editora: Spice
– Contos de fadas eróticos, picantes, com um simbolismo surpreendente. Fica em 9º de castigo pelos seguintes não serem tão bons.
10. Os cus de Judas: António Lobo Antunes
Editora: Dom Quixote
– Porquê o 10º em ALA? Bem de facto foi dos melhores que li e sinto-me puxada a ler mais, mas sinto que a prosa de ALA precisa de ser bem mastigada e não sou tão boa a descortinar alguns simbolismos na prosas portuguesa, com sou na inglesa. Ainda assim venha mais ALA, que o sr. é um Mestre!

Os piores dos piores ou melhor: aqueles que são tão maus, que não aguentei até ao fim

A donzela sagrada I e II : Diana Tavares

Editora: Euedito Print on Demand
-“Capitulo 1”, Caps Lock, erros ortográficos. Nem sei por onde começar. O pior exemplo de que mais vale estar quietinho. Como querem ser escritores se não sabem escrever? Agora vou ser prof de matemática. Não entendo nada de equações, mas não há de ser nada…
Much ado about you: Eloisa James
Editora: Avon
– Mulheres desesperadas por maridos, que falam sobre arranjar maridos e passam a vida a tentar arranjar maridos… um tiro é menos doloroso.
Star: Danielle Steel
Editora: Sphere
– Tanta desgraça faz mal ao coração. Eles amam-se, ela foge, ele casa com outra, ela anda com outro, mas o gajo é uma besta e ela espera pelo outro que está casado com a outra… a sério Steel, tens de experimentar veneno de rato no chá… ouvi dizer que sabe muito bem e faz maravilhas à pele. E vocês pensam: Oh Adeselna o que te passou pela cabeça para leres Danielle Steel? Meus queridos, estava a ler esta coisa para tentar entender se o papel da mulher na literatura romanceada dos anos 80 era diferente do papel da mulher hoje em dia nos livros. Por isso, caríssimos, é que peguei em tal coisa.
Advertisements

One thought on “Os melhores livros lidos em 2011

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s