Rapariga com brinco de pérola

Rapariga com brinco de pérola
Tracy Chevalier
Tradução: Ana Falcão Bastos
Editora: Biblioteca Sábado
Páginas: 199

“Rapariga com o brinco de pérola” é um romance histórico aclamado pela crítica, vencedor de um ALA Alex Award, que tem como base um quadro do artista holandes Jan Vermeer com o mesmo nome. Não deverá ser difícil acompanhar o quotidiano que Griet descreve como criada na casa do pintor. A história só se desenrola devido à profundidade das três personagens principais: Griet, Catarina e Jan Vermeer. Griet é muito mais do que uma criada, possuidora de uma sensibilidade às cores e aos tons não tarda até se tornar uma ajuda eficaz ao pintor Jan Vermeer. A teia construída à volta de Griet e Catarina constitui a única falha neste livro. Griet parece-nos talvez perfeita, enquanto Catarina é vista como uma mulher má, contudo se termos em conta que se trata de uma situação narrativa autodiegética, este perfeccionismo será justificado. Aos olhos de Griet ela era perfeita para o seu amo e num ataque pessoal de ciúmes não conseguia ver Catarina como nada mais que uma mulher má cheia de filhos, contribuindo para o aumento das despesas da casa. Catarina é pintada através dos olhos de Griet, tornando-a vulnerável e talvez a personagem mais apetecível. A maneira como Chevalier transforma uma simples pintura num testemunho de uma jovem repleto de símbolos da virgindade, torna o livro apetecível. Desde os brincos de pérola mencionado no título, símbolo de pureza, ao acto de ter de furar as orelhas, podendo ser uma alusão à perda da virgindade até à touca que lhe tapa o cabelo, representando claramente o cabelo como símbolo erótico e altamente sexual. A bata de Pieter salpicada de sangue implica a futura perda de virgindade de Griet. O que salta à vista em “Rapariga com o brinco de pérola” é o subentendido e aí reside a beleza da história.
Advertisements

About Adeselna Davies

Occasionally works as an English and German teacher, also loves to read all kind of books and wish someone would pay her to read and write reviews forever. She is also a magazine designer and writes short-stories.

2 responses to “Rapariga com brinco de pérola

  1. Concordo particularmente com a tua última frase, relativa ao subentendido. Francamente, uma das coisas que mais gosto como leitora é quando o autor dá espaço ao leitor para compreender o livro por si próprio, não revelando tudo e deixando coisas à imaginação.

    Li este livro há pouco tempo e gostei bastante. É sempre interessante ler as tuas opiniões, que tocam em pontos mais específicos (académicos, talvez) em que o leitor comum não repara 🙂

  2. Fico sempre impressionada quando leio as tuas críticas porque fazem-me ver coisas que não conseguia ver a olho nu. Tenho curiosidade em ler este livro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog stats

NetGalley Wellness Challenge

July 2010
M T W T F S S
« Jun   Aug »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Goodreads

Livro do mês

Follow Illusionary Pleasure on WordPress.com

IL Buttons

%d bloggers like this: