AVON Naturals | Body Spray*

Das poucas coisas que ainda compro na AVON são os sprays corporais da AVON Naturals. Em casa a colecção já vai em 4 garrafinhas destes sprays, são económicos, práticos e ajudam o creme a ter mais durabilidade. Tenho notado que ao longo das edições o cheiro a álcool tem vindo a diminuir bastante – nas colecções antigas era bastante intenso mas nestes dois não se nota mesmo nada.

img_20181010_1745540551

 

A edição Cocktail (framboesa e cassis) é bastante doce que uso com a manteiga corporal da BodyShop de morango para intensificar ainda mais o cheiro adocicado. Costumo acabar com o perfume da Escada Sorbeto Rosso (amo de morte este perfume).

A edição de toranja rosa e menta é mais cítrica mas não menos poderosa. O cheiro a toranja dá uma acidez tornando mais fresco mas também a menta junta uma doçura boa. Costumo usar este spray com a manteiga corporal da BodyShop Satsuma.

De forma a não perder a hidratação na pele coloco sempre primeiro a manteiga e depois o spray devido a ter bastante álcool e para algumas peles bem secas nas pernas como as minhas convém não abusar e colocar sempre algo bastante nutritivo.

A AVON lançou ainda a nova edição de Arando e Canela para o Inverno e estou a querer experimentar muito o de pêra e peónia. Custam em promoção 2.99€ e trazem 100 ml de produto que dá para viajar. A embalagem é de plástico e super confortável de andar com ela (ainda bem porque já me caíram umas quantas vezes). A AVON não é uma marca CF e é obtida a partir de revendedoras, como sempre, se precisarem em especial na zona do Norte, recomendo a Raquel Santos!

 

*Este post não foi redigido a pedido de ninguém, os produtos foram comprados por mim com o meu dinheiro. Não sou obrigada a escrever sobre os produtos nem de forma favorável. Não fui paga de qualquer forma/maneira para escrever este post.

Lola / Drama Queen / Pimenta-Rosa /

O Verão está aí e mais depressivo que sei lá o quê… Ora está um calor que até o meu bigode começa a transpirar ou está um frio que ando de casaco. Casaco mesmo não aquelas rodilhas de pano. Graças a isso o meu cabelo passou-se completamente da cabeça e começou a cair e a ficar estranho – fino, super espigado. Só me apetecia rapar. Entendi que continuar o CC dos pobres não era solução e decidi voltar aos produtos nopoo e ao champô da Dr Organic Rose Otto e condicionador Banana da BodyShop.

Como agora acordo às 7 da manhã não tenho tempo para fazer 10-15 min de máscara por isso encontrar máscara hidratação no poo de curta duração é uma tarefa quase impossível. Mas ainda bem que a Lola entrou em PT para nos salvar a todos. Não é barata mas vamos ser honestos o meu cabelo é fancy as fuck e não quer nada barato.

Experimentei o Leve, Liso e Solto e senti isso mesmo. O meu cabelo ficou leve e solto mas não me apaixonei. Por isso quando voltei a fazer hidratação decidi que ia comprar uma das Drama Queen – agora a café verde ou a rosa-pimenta. Nenhuma das duas era para volume mas a de café verde dizia que era detox e sinceramente não acho que o meu cabelo precisasse disso.

Por isso a vencedora foi a Pimenta Rosa! 19€ ai Deus, ai os fígados, ai a carteira! Tudo para salvar este cabelo da miséria!

download (4)

Para que serve?

Além de servir para me deixar na penúria, serve ainda para cabelos lisos, é anti-frizz e promete melhorar o brilho e ainda facilitar o pentear.

Ingredientes:

Aqua/Water/Eau, Cetearyl Alcohol, Cetaryl Alcohol (and) Behentrimonium Methosulfate, Jojoba Oil, Dipropylene Glycol (and) Polysilicone-29, Saccharum Officinarum (Sugar Cane) Extract, Schinus Terebinthifolius Fruit Extract, Acacia Senegal Gum Extract, Water (and) Glycerin (and) Polymia Sonchifolia Root Extract, Cinnamomum Zeylanicum Bark Extract (and) Acorus Calamus Root Extract (and) Commiphora Myrrha Resin Extracy (and) Olea Europaea (Olive) Fruit Oil, Tamarindus Indica Fruit Extract, Water (and) Glycerin (and) Porphyra Umbilicalis Extract (and) Caesalpinia Spinosa Gum, Water (and) Glycerin (and) Rhodiola Rosea Root Extract (and) Caesalpinia Spinosa Gum, Hydrolyzed Adansonia Digitata Seed Protein, Cetrimonium Chloride, Glycerin, Dicocodimonium Chloride (and) Isopropyl Alcohol, Caprylic/Capric Triglyceride, Cetyl Esters, Glycerin, Isopropyl Myristate, Benzyl Alcohol (and) Benzoic Acid (and) Dehydroacetic Acid, Amarys Balsamifera Bark Oil, Myristica Fragans Kernel Oil, Schinus Terebinthifolius Oil, Disodium EDTA, Fragrance/Parfum*, Limonene*, Linalool*, Geraniol*
* a partir de óleos essenciais naturais.

Como podem ver a máscara é vegan, tem só coisas boas, 0 parabenos/ silicones e petrolatos que o meu cabelo claramente odeia.

regenerador-capilar-anti-frizz-pimenta-rosa-drama-queen-lola-D_NQ_NP_978727-MLB26259470784_102017-F

Primeiras impressões

Estava com algum receio de usar uma máscara tão potente. As máscaras da LOLA como só têm coisas boas e nada de porcarias são ideias para cabelos com químicas: descolorações, alisamentos, ondulações, pinturas. O meu cabelo apesar de tudo só vê o secador e é quando estão uns 20 graus porque a partir dos 30 já seco ao ar livre. Ou seja não tem químicas, é virgem e só vê mesmo o secador com protetor térmico.

Pensei que podia ficar bem pesado ou até mesmo pingado sem definição ou até mesmo cortar o volume do meu champô… well

A primeira vez que usei esta máscara foi amor à primeira vista. O meu cabelo ficou liso e tão alinhado como já não tinha à meses. Fofo e sedoso parecia seda. Mesmo depois de o ter lavado passado 2 dias o cabelo permanece mais fofo e sedoso ao toque o que é maravilhoso porque o meu cabelo perde quase logo o efeito da máscara.

 

39336842_1448946665249401_4724101642029367296_n (1)

A textura é cremosa e não densa como a Dream Cream. Enluvei bastante bem o cabelo e deixei 5 min porque tinha tempo. Durante a semana irei usar os 3 apenas. Apesar de dizer para não usar condicionador eu uso sempre mas troquei para o de banana. Estava a usar o de morango da BodyShop mas não sei o motivo, o meu cabelo está-se a dar melhor com o de banana. Passei ainda o diet cream da LOLA – protector Revlon Uniq One e serum é opcional nem sempre as pontas estão más! (Aleluh!)

Vou continuar a usar mas acho que para já está mais que aprovada e o dinheiro que dei por ela. Quando chegar ao 1º mês de utilização (400gr devem-me durar uns 3-4 meses?) e ao final do pote faço um update ao estado do cabelo.

Qual a rotina actual de CronogramaCapilar?

Como nutrição tenho intercalado a manteiga capilar da RN com a máscara da Garnier de banana. Como reconstrução tenho usado a Dream Cream da LOLA e ainda intercalado com o Co-wash Comigo Ninguém Pode e como leave-in uso o Diet cream. Antes de cada lavagem uso a proteína da Real Natura e como protector térmico o Revlon Uniq One coco + sérum Dancoly

 

A Ruiva desapareceu do mapa?

O Verão é sempre uma parte do ano em que as pessoas desaparecem como se fosse para Narnia. Mas a verdade é que eu tenho testado produtos novos, tenho um caderninho até todo janota da LOLA Cosmetics mas confesso que a vontade de sentar no pc e escrever posts não está no topo das prioridades. Têm sido dois meses em que estou exausta, cansada quando chego a casa. Acordo durante a semana às 7, saio de casa às 7.50 e há dias que regresso depois das 19h ou ás vezes sexta até depois da meia noite. Não tem sido fácil descansar o suficiente para ter forças para escrever as reviews que quero, mas estou testando muita coisa:

  • Produtos para cabelo – tenho pelo menos duas mãos de produtos/samples para testar! Muitas são da Lola.
  • Produtos para a pele – recentemente comprei umas coisinhas novas de produtos que me foram acabando e ainda não tenho 100% opinião formada de alguns. Skincare demora sempre algum tempo a notar uma melhoria.
  • Produtos maquilhagem – tenho testado algumas bases mas com 34 graus eu não uso nadinha sem ser protector solar 50+ e tomar banho 2x por dia.

Posso-vos dizer no entanto que a nível de cabelo dei uma reviravolta nele e estou a planear o CC dondoca em contraste com o CC pobre porque o meu cabelo é chique e ou foi desta onda de calor ou aconteceu algo que ele começou a cair imenso e por isso mudei alguns produtos para Lola e outras marcas mais carotas. Por isso definitivamente quero planear os 3 CCs: CC pobre (Garnier, Gliss, L’oreal Elvive, Petit Marseillais), CC bem na vida (Novex, Real Natura, Gota Dourada), CC dondoca (Lola, L’oreal Profissional, Haskell, Bioextratus, Shea Moisture). Claro que depois podem fazer uma mistura de produtos, mas como queria fazer uma coisa mais humorística e neste momento o meu humor está … em Narnia (pensei numa piada mas não me ocorreu nada). Por isso não quero só vomitar informação, queria fazer as coisas como gosto e isso leva algum tempo.

Espero que o Verão acabe asap com este calor infernal e que eu recupere o meu sono e os meus dois neurónios para voltar a escrever tudo o que tenho anotado em texto coerente.

Mas é isso tl;dr- Ruiva arranjou emprego, não tem tempo livre, quer escrever coisas fixes mas não consegue porque está sempre a adormecer em todos os cantos.

Maquilhagem / Quem disse foi a Berenice…

download (2)

Vamos todos levantarmo-nos e meter uma ronda de aplausos porque a ruiva FINALMENTE acabou uma base. Vamos lá, não sejam tímidos. É tão raro que merecia um feriado só para isso! No entanto, contudo, todavia, não obstante decidi esperar até a base estar nas últimas para fazer review da base superfluída + o pó que comprei na Quem disse Berenice em dezembro… Sim ouviram bem eu comprei a base em dezembro e usei-a um total de 4 vezes e só no último mês que comecei a trabalhar é que passei a usar todos os dias.

Que base é que estou a falar? Quem disse berenice base fluída spf50.

O que a marca diz?

que tal uma pele com efeito de porcelana? a base líquida superfluida é livre de óleo, deixa a pele sequinha, com acabamento super natural e aquela sensação de não estares a usar nada no rosto, sabes?
também é resistente à água e ao suor, tem fps 50 e a sua cobertura média dura até 8 horas. muito bom, não é?

Ingredientes

isododecane; zinc oxide; cyclopentasiloxane; alcohol; polymethylsilsesquioxane; ethylhexyl methoxycinnamate; butyloctyl salicylate; titanium dioxide; nylon-12; octocrylene; caprylyl methicone; hdi/trimethylol hexyllactone crosspolymer; polymethyl methacrylate; bis-ethylhexyloxyphenol methoxyphenyl triazine; triethoxycaprylylsilane; disteardimonium hectorite; polyhydroxystearic acid; dimethicone crosspolymer; parfum(fragrance); c12-15 alkyl benzoate; methicone; propylene carbonate; tocopheryl acetate; amyl cinnamal; butylphenyl methylpropional; citral; citronellol; hexyl cinnamal; hydroxyisohexyl 3-cyclohexene carboxaldehyde; limonene; linalool. [+/- ci 77891; ci 77491; ci 77492; ci 77499].

Estão a ver aquele spf50 ali, estão? Foi o único motivo pelo qual a comprei. Base com spf efetivamente bom para a minha pele foi o único selling point para mim. A menina colocou-me a base e parecia linda e fantástica. Ao outro dia tentei e OH MEU DEUS QUE É ISTO NA MINHA CARA? A base estava extremamente seca, texturizada e separou na minha cara. Parecia que queria sair da minha pele o mais depressa possível. Usei os meus produtos normais: primer, pó, fix+… ok ok acalma-te mulher. E se usássemos só base + pó + fixador?… nope, mesma coisa. Ok ok, só primer + base? Nope, sai nem passado 3h. Shiet… Ok e se eu usar um hidratante super gorduroso, primer hidratante, base e pó com uma mão ultra leve? Yup, that will do boy…

Estão a ver o pesadelo que foi usar uma base de 15.90€!! 15€ minha gente! Uma base com spf50 devia de ser para peles sensíveis ou para todo o tipo de peles. Não para peles oleosas só e apenas!

“Ai Ruiva mas a base é para pele oleosa CLARO que nunca ia funcionar na tua pele seca doh!!!”

…. Calados bichanas que há muito boa base para pele oleosa que funciona muito bem na minha pele seca e fofa, tá?

download (3)

Vamos então começar pelo início de quando atinei com a forma de usar a base:
Primer NYX Hydra + Base Quem disse Berenice spf50 + Pó translúcido (lol) da mesma marca e mais nada.

A base tem dos efeitos mais estranhos na pele que já vi. Quando aplico a 1º vez com o pincel ela fica bonita, cobre tudo, uniformiza bem mas nem passado 10 segundos mais de metade desaparece! E não é da minha pele que ela até está bastante bonita, iluminada e sem grande sinal de rosácea (e sim tenho andado a beber quase 1 litro de agua por dia + frutinha e reduzido ao café, tá?). Mas é tão estranho, de um momento tapou tudo, do outro puff gone mais de metade da cobertura? Para onde foi? Sei lá mas gostava que me levasse com ela x) A base apesar de ser extremamente matte, devido à cobertura leve e boa hidratação se usada com cuidado deixa passar a luminosidade natural da tez. Por outro lado ninguém nota que estou a usar base e é mesmo raro eu sentir a base na minha pele enquanto estou a trabalhar.

Contudo há um motivo pelo qual eu usei-a em 2 meses que é o motivo mais simples do mundo: esta é a base mais fácil de se usar ever! Primer + base + pó + rímel e batom em 3 minutos. Espalha muito bem e adapta-se logo à pele e dura o dia todo sem precisar de colocar contorno ou blush porque como tem cobertura bem leve não apaga as nossas feições naturais e o rosto continua a ter dimensão. Tenho usado a base da Vichy Dermablend 3D agora que esta está a acabar mas não é a mesma coisa. A base da Vichy é mais siliconizada ao passo que esta é muito fluída e acho que a Vichy como tem mais silicones quando entra em contacto com suor e isso quebra mais facilmente. Mas tem a vantagem de poder ser usada com fixador.

Gostava que a QDB fizesse uma versão desta base mas sem ser tão matte e que tivesse um efeito natural, sem ser dewy mas efeito second skin sem ser para peles oleosas apenas.

images (3)

Quanto ao pó, eu achei que ele tinha uma cor estranha na embalagem mas garantiram que era translúcido… PARA QUEM NÃO USA FARINHA NA CARA COMO EU! Não é definitivamente um pó translúcido, tem cor e é bem escura para pessoas como eu que no Inverno são brancas… Tirando isso é um pó ok. Nada de especial, sinto que não fixa bem bases para pele seca o que é estranho porque fixa bem bases matte. Vou experimentar o hydra touch da NYX para ver a comparação mas o meu pó favorito ainda é o da H&M, I love it, já usei 3-4 embalagens e o a KIKO baked powder para peles secas também vale bem a pena. Este? É bom para o Verão que tenho um pouco mais de cor (aka tenho cor ponto continua a não haver cor de bases para mim) e consigo usar bases de Inverno e adaptar para o meu tom de pele so that’s good.

Again não é que os produtos sejam um horror, simplesmente são até relativamente carotes para a qualidade. Atenção que o meu primer da Nyx foram 13.90€… mas o primer é muito bom! O meu pó da KIKO foram também 13€ mas é um pó cozido bom para peles secas. Quando os produtos são bons o preço deles podem ser justificados ou uma autêntica pechincha. Eu acho que a paleta da w7 on the rocks justifica os 5€ mas não acho que a base seja para 15.90€ especialmente porque não funciona com Fix+ que é dos melhores fixadores e dos mais conhecidos.

O que não quer dizer que nunca mais vá comprar nada da marca – acho que eles têm produtos bem giros e o atendimento na loja do NorteShopping foi espetacular. Adorei as meninas de lá super simpáticas e atenciosas mas vou ter de experimentar tudo bem antes de comprar porque estes dois produtos não foram pechinchas que justificassem o preço.

Yves Rocher | Elixir Jeunesse | Beauty shield 50+

img_974x632$2018_05_11_18_28_30_356162O que a marca diz:

Graças ao Beauty Shield a pele fica de imediato protegida, reforçada e reparada e remove as substâncias nocivas. Além do aspecto mais radiante. Enriquecida com extrato ultra-concentrado de aphloia naturalmente absorvido pela pele e obtido através de um processo de extracção 100% natural.
Sem silicones, óleos minerais, parabenos e corantes.

Os ingredientes:

AQUA – WATER – DIBUTYL ADIPATE – METHYLPROPANEDIOL – ALCOHOL – PHENYLBENZIMIDAZOLE SULFONIC ACID – BUTYL METHOXYDIBENZOYLMETHANE
DICAPRYLYL CARBONATE – OCTOCRYLENE – DICAPRYLYL ETHER – BIS-ETHYLHEXYLOXYPHENOL METHOXYPHENYL TRIAZINE CETYL ALCOHOL
BEHENYL ALCOHOL – PEG-100 STEARATE – GLYCERYL STEARATE – ETHYLHEXYL TRIAZONE – GLYCERIN – POTASSIUM CETYL PHOSPHATE – AMMONIUM ACRYLOYLDIMETHYLTAURATE/VP COPOLYMER – APHLOIA THEIFORMIS LEAF EXTRACT – APHLOIA LEAF EXTRACT – BETAINE – SODIUM HYDROXIDE – PARFUM – XANTHAN GUM – ETHYLHEXYLGLYCERIN – AMINOMETHYL PROPANOL – TETRASODIUM EDTA – TOCOPHEROL – 3258V0

Os resultados:

Apesar de o Verão estar aí muito tímido um dos principais motivos pelo qual quis experimentar este creme foi pela experiência que tive com o outro da mesma gama mas sem protecção UVA quando fui para Londres. Devido à poluição e diferenças de temperatura, levei o travel size comigo do Elixir Jeunesse e adorei. A minha pele estava óptima mesmo tendo em conta que estava entre shoppings e avião + frio danado.

Durante o tempo mais quente a minha pele entra em aflição total como se não soubesse o que fazer. Ora estou a suar como se fosse um frango a ir para o churrasco ora estou seca, seca sem pingo de nada na cara. Não sei se foi devido a este creme mas recentemente comecei a trabalhar em ambiente de escritório e nervos/acordar cedo, deitar tarde/ comer ás vezes menos bem do que gostaria etc etc fizeram com que o meu cabelo e intestino estivessem num 8! Mas a minha pele… não nem por isso. O que por vezes basta comer qualquer coisinha que a minha pele explode, mas tirando a ocasional visita da prima durante o tempo do mês a minha pele não tem sofrido nada.

Também não tenho notado desidratação (mas tenho bebido pelo menos 66cl de água por dia o que para mim é IMENSO!) e noto que bases que no Inverno NUNCA conseguiria usar por ficarem ressequidas, agora com este creme + primer da Nyx funciona maravilhas. Aliado ainda à máscara anti-poluição da The BodyShop acho que não há resto de poluição nesta cara!

32671225_222810704982818_3626791756223217664_n

O meu trio maravilha deste Verão – detestei a base no Inverno e só agora é que me dou ok com ela

A única coisa que eu gostava que ele fosse era mais baratinho x) Que isto de gastar quase 20€ de 3 em 3 meses em creme dá cabo de uma pessoa. A embalagem é em tubo, super prática mas só 30ml de produto é muito forreta gentxi para quem é pálida como tudo e precisa de pelo menos meio litro por dia pelo menos uns 50 ml eu já ficava feliz.

Recomendo vivamente em especial para quem como u trabalhava entre sol/cidade/ar condicionado e quer proteger a sua pele e do sol ao mesmo tempo, apesar de não ser protector solar tem defesas contra os raios e ajuda a pele a estar bem hidratada e bonita.

Se não tiverem vendedora, a Raquel Santos, como sempre é espetacular e uma das vendedoras mais conscienciosa com quem já trabalhei por isso podem espreitar o Facebook dela se quiserem fazer alguma encomenda da AVON/Yves Rocher.

Multi-masking com a BodyShop

Há uns tempos atrás decidi fazer a coisa menos portuguesa de sempre – inscrever-me numa Masterclass e ir de facto à dita cuja! Cheguei a horas e tudo… isto só visto! Mas a verdade é que estava mega curiosa com as máscaras da BodyShop. Uso desde Setembro as máscaras deles de aloe vera e amo de paixão.

images (2)

A Masterclass era sobre multi-masking, ou seja, usar várias máscaras em vez de uma só. I know, groundbreaking… Por um lado faz sentido se tivermos em atenção que há peles mistas (oleosas zona T e seca no resto da cara OU oleosa na zona T e desidratada) que precisam de mais cuidados. É bastante dificil hidratar e controlar a oleosidade ao mesmo tempo.

Pessoalmente a minha luta é um bocadinho mais difícil. Tendo pele seca e sensível a minha preocupação é sempre hidratar, tendo em conta as primeiras rugas de expressão e ao mesmo tempo iluminar. Não há nada pior que uma pele baça, sem vida (malta de pele oleosa tem sempre blotters para tirar a oleosidade, mas malta de pele seca não dá para iluminar uma pele baça que não transpira nada saúde). Por isso o meu objectivo quando faço máscaras é o de conferir à pele o maior brilho possível dando um aspecto mais luminoso à pele.

Japanese Matcha Tea Pollution Clearing Mask / Vegan
japanese-matcha-tea-pollution-clearing-mask-7-640x640

Já tinha experimentado esta máscara e foi só à 3º sample que vi resultados. Como é uma máscara “detox” não se vê logo logo resultados imediatos como pele mais iluminada ou a pele a parecer “detoxicada”. Não tem álcool o que é óptimo para peles sensíveis e possui óleo de oliva, manteiga de karité, óleo de amendoas doces, extrato de alóe vera, extrato de bucha, vitamina E, extrato de dente de leão, mentol e extrato de chá da índia. O tipo de argila é kaolin mais adequada a peles sensíveis.

Os resultados com esta máscara são espetaculares quando usada com regularidade. Uso 1x por semana e noto já a pele mais iluminada e limpa. Ao início podemos sentir uma sensação de frescura (provavelmente vinda do mentol) mas com o tempo nota-se que a pele de facto melhora.

Dá para todo o tipo de peles e dá ainda para esfoliar a pele por isso é um óptimo 2 em 1! Recomendo vivamente.

Ethiopian Honey Deep Nourishing Mask

ethiopian-honey-deep-nourishing-mask-24-640x640

Esta indecisa entre esta e a de açaí mas a menina da loja experimentou esta em mim e é mais indicada para pele seca. Infelizmente com as utilizações notei que a minha pele não gosta mesmo nada desta máscara. Além de causar borbulhinhas talvez por causa do óleo de ricino, não acho que hidrate. Ao contrário da de Matcha não acho que os ingredientes sejam tão bons. Tem mel, óleo de sésamo, óleo de marula e óleo de oliva apenas.

É bastante espessa e difícil de retirar, sinto a pele macia/suave após usar mas nada que justifique o preço.

Aloe Soothing Rescue Cream-Mask

aloe-soothing-rescue-cream-mask-10-640x640

Comprei em promoção em setembro e foi das minhas máscaras favoritas. Super hidratante e deixa a minha pele mega hidratada. É o que uso quando sinto a pele a repuxar ou a ficar quase quase desidratada. Tem aloe vera, óleo de sésamo e extrato de aveia. Dura imenso estes 100ml, não se deixem enganar pela embalagem. Ajuda-me bastante também com marcas de acne. Não tem perfumes nem álcool denat.

Como esta máscara é de noite se quiserem fazer multimasking podem comprar esta e conjugá-la com a Drops of Youth™ Bouncy Sleeping Mask na zona onde começam a ter rugas de expressão.

drops-of-youth-bouncy-sleeping-mask-5-640x640

Limões na Madrugada | Carla M. Soares

36485133Ansiosa por regressar à Argentina, mas presa a Portugal, distante do homem que ama e da mulher com quem vive, Adriana está perante um dilema universal e intemporal: manter-se comodamente na ignorância ou desvendar o passado da família, como se de um caso policial se tratasse, enfrentando assim aquilo de que andou a fugir toda a vida, por mais doloroso que seja.

Num jogo magistralmente imaginado pela autora, entre a vida atual de Adriana e os ecos do Portugal antigo, machista e violento dos seus pais e avós, esta história, de uma família e dois continentes, é uma viagem entre o presente e o passado, uma ponte sobre o fosso cultural que separa as gerações, um tratado sobre tudo aquilo que a família pode fazer à vida de um só indivíduo.

Entre a sombra e a luz, deixando que por vezes os silêncios falem mais alto do que as palavras, Limões na Madrugada é um romance sobre o amor incomum, o poder da família e a necessidade da coragem.

UMA HISTÓRIA TÃO SUBTIL QUANTO IMPLACÁVEL.

Nem sempre o trabalho de um crítico é fácil após a leitura de um livro. Há uns bons anos que deixei de escrever críticas a livros graças ao factor repetição. Quando sentimos que somos um disco riscado e que nada de novo é acrescentado preferimos pausar até que a chama se reacenda. E ela reacendeu ontem no meu voo de Malta para Lisboa. Tinha iniciado a leitura de Johannes Cabal e lido 30 páginas com até entusiasmo mas num voo de 3h com bastante turbulência não me via a ler um livro tão grande e que, suspeito, irá pedir mais de mim do que apenas umas horas. E lembro-me que tinha finalmente um livro da Carla Soares em ebook! Li o primeiro livro da Carla em ewook há muitos anos (ainda morava com os meus pais) e o seguinte dela pela Coolbooks nunca chegou a ser lido não me questionem o motivo. A verdade é que estou em falta para com a Carla na leitura dos seus livros.

Hoje estourou a net e tal como no avião sem acesso ao wifi para me roubar do prazer da leitura, decidi recuperar anos de escrita de crítica de livros.

Limões na madrugada auspiciava pouco menos de 200 páginas, um volume confortável para um voo chato e, conhecendo a “fluidez” de leitura (eu sei, eu sei conceito tenebroso mas não me ocorre mais nenhum de momento) e da maravilhosa escrita da Carla, sabia que em pouco tempo o livro estaria lido. Até que comecei a ler as primeiras páginas. Não havia muito da Carla antiga presente, mas por algum motivo continuei a ler. Se calhar esta Carla sempre existiu a nível da narração e na escolha de palavras e nós simplesmente nunca tivemos oportunidade de a ver.

Nos livros portugueses existe por vezes uma linha bem ténue do típico e do importado. A tarefa de mergir o estilo anglo-americano de escrita com o português não é de todo fácil. No entanto em Limões na Madrugada, Carla Soares manteve esse equilíbrio perfeitamente balançado. Existe uma forma de narrar típica portuguesa sem cair nos erros que muitos autores, até mesmo conceituados e galardoados cometem – o exagero, o pedantismo, o barroco sem nexo e oco só para ser intelectual, o ser grandioso e ostensivo porque se pode. Nada disso existe em Limões na Madrugada.

As personagens são humanamente perfeitas, mesmo a inclusão do tell é feito de forma harmoniosa a não causar aborrecimento e até mesmo os saltos na narrativa tornando-a tão pouco linear mas ao mesmo tempo tão fácil de seguir. Carla Soares não precisa de barrocos nem de pretenciosismo porque escrever e contar histórias está-lhe no sangue. Dar vida e sentimentos a personagens é algo natural nas suas narrativas. Não precisa de distrair o leitor para tentar ser algo que não é, uma história simples sobre o interior rural português da época de Salazar (receita para ganhar o prémio LEYA, tirem notas).

Existem poucas coisas das quais eu tenho certeza, mas que uma delas é que os livros da Carla M. Soares são todos espetaculares e valem a pena serem lidos faz parte dessa lista!